icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2013
07:46

Desde a quinta rodada no G4, o Botafogo corre o risco de deixar o grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro no próximo fim de semana. Isso porque o Goiás, com 52 pontos – um a menos do que o Glorioso –, vem de seis vitórias seguidas e, no sábado, enfrenta o Flamengo, no Maracanã. No entanto, mesmo com a queda de rendimento, os jogadores mantêm o otimismo e se mostram tranquilos quando o assunto é a permanência na zona de classificação.

- Sabemos que o Botafogo se mantém entre os primeiros colocados há muito tempo. Não podemos pensar que as coisas não vão ocorrer. Ao mesmo tempo que estamos um ponto acima do Goiás, estamos a apenas dois do Atlético-PR (vice-líder). Eles têm um jogo complicado, contra o São Paulo, em ascensão, enquanto o Grêmio (terceiro) enfrenta o Cruzeiro querendo ser campeão – disse Bolívar, que vê o companheiro Elias adotar um discurso parecido.

– Ainda não saímos do G4. Essa vaga é muito importante para nós. Vamos nos fechar e ver o que está errado. O Goiás está mais perto agora, porém sabemos da força que o nosso time tem – contou o camisa 39.

Apesar dos fracassos nos últimos anos na tentativa de conquistar uma vaga na Libertadores, Bolívar diz que a equipe não vai se deixar influenciar pelo passado.

– O torcedor é paixão. Ele recorda coisas negativas de outros anos, mas este grupo está preparado. Já demos prova disso. Posso garantir que este grupo está concentrado nas obrigações, nos objetivos – afirmou o defensor, ainda confiante na classificação para a competição sul-americana.


Bolívar não acredita em crise na relação Seedorf e Oswaldo