icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
24/11/2014
09:05

O Corinthians chegou a frequentar a sétima posição da tabela do Campeonato Brasileiro há cerca de 20 dias, quando colocou em risco sua vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Na reta final, entretanto, a equipe de Mano Menezes teve um importante crescimento, e a vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio foi a quarta seguida da equipe, que hoje está em terceiro lugar com três pontos a menos que o São Paulo vice-líder, e dez a menos que o Cruzeiro, já campeão. Os números motivaram um protesto do treinador corintiano neste domingo, na Arena Corinthians.

- Merecemos críticas durante o ano, mas não na proporção que eu estava lendo e ouvindo. Não é possível que uma equipe com 66 pontos não mereça um par de elogios. Merece. Críticas também, mas mais elogios em relação ao segundo semestre. Temos a melhor campanha do segundo turno em um campeonato de alto nível. E ainda podemos chegar em pontuação superior ao ano que foi campeão e não passar do terceiro lugar. Só isso já mostra o nível. Mas na derrota, a responsabilidade é transferida só ao técnico e não deve ser, então também não vou fazer na hora boa - afirmou Mano.

[[GAL: LANPGL20141123_0007]]

O comandante corintiano não permanecerá em 2015, pois o clube tem eleição presidencial em fevereiro do ano que vem e Mário Gobbi, seu defensor, não é candidato à reeleição. Assim, o clube deve começar a próxima temporada sem comandante. Para tentar convencer algum dos três candidatos a mantê-lo no cargo para a provável disputa da Libertadores, Mano cita que os únicos trabalhos melhores que o seu neste ano são do Cruzeiro e do São Paulo, ambos com técnicos longevos.

- Vamos terminar o campeonato e depois cada um vai colocar suas razões e tomar suas decisões. Mas estou muito feliz com esse momento, vim aqui exatamente para isso. Os outros estão em condição melhor, o São Paulo está em estágio à frente do nosso porque o Muricy iniciou bem antes, e por isso que se aproximou mais do que os demais até agora, pelos méritos do que constrói dentro do campo. A gente fez muita coisa boa, estamos conseguindo nossa classificação porque no confronto direto com nossos concorrentes só tivemos uma derrota, os outros jogos todos ou empatamos ou vencemos, e isso deve ser valorizado. Eu acho que o torcedor enxerga isso - sentenciou Mano.