icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2014
15:17

O São Paulo ganhou um desfalque inesperado para a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, contra o Figueirense. O meia Michel Bastos terá de cumprir suspensão imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) devido à expulsão contra o Flamengo, ainda em 24 de setembro, e não enfrentará o Figueirense, às 17h, no Morumbi.

A pena, a princípio, era de três partidas de gancho, baseada na entrada violenta sobre o flamenguista Everton e na reincidência do são-paulino, que havia sido expulso ainda no primeiro turno do Brasileirão contra o Figueirense. Antes de cumprir o primeiro jogo de suspensão, porém, o jogador viu a diretoria tricolor conseguir efeito suspensivo e conseguiu enfrentar o Atlético-MG em 12 de outubro, na derrota por 1 a 0.

Desde então, o caso ficou arquivado no STJD e só voltou à pauta do órgão na manhã desta quinta-feira. O advogado do São Paulo, Roberto Armelin, argumentou que Michel ainda estava em fase de adaptação após passar muito tempo no futebol europeu e pediu que a pena fosse reduzida para dois jogos. A votação no STJD ficou empatada e, dessa forma, prevaleceu a punição mais benéfica ao denunciado. Como já havia cumprido suspensão automática contra o Fluminense, resta apenas uma partida de gancho para Michel.

O técnico Muricy Ramalho, que já dependia de resultados de exames para escalar o Tricolor contra o Figueirense, agora terá mais uma dificuldade para montar o time. A meta são-paulina é conquistar uma vitória nos dois últimos jogos para, assim, assegurar a vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América de 2015.