icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2013
08:10

Enquanto o inglês Lewis Hamilton ainda luta pela sua primeira vitória na Mercedes na Fórmula 1, Nico Rosberg vai em busca do terceiro triunfo em quatro corridas após ganhar em Mônaco e na Inglaterra. E com o campeonato perto da metade com o GP da Alemanha, em Nürburgring, neste domingo, o alemão tem provado mais uma vez ser um rival duro para os companheiros de equipe.

Nas sete temporadas anteriores, Rosberg foi batido pelo companheiro apenas uma vez na classificação geral, justamente em seu ano de estreia, em 2006. Na ocasião, ele ficou somente três pontos atrás de Mark Webber, na Williams. Desde então, nunca foi superado dentro do time. Nem mesmo quando teve Michael Schumacher ao seu lado.

Em três anos ao lado do compatriota na Mercedes, Rosberg sempre conseguiu melhores resultados. Em 2012 ele venceu uma vez, enquanto Schumacher obteve como melhor resultado um terceiro lugar.

Até o momento, Rosberg ocupa a sexta colocação no Mundial de Pilotos. Tem sete pontos a menos do que Hamilton, o quarto (89 a 82). Mas nas últimas corridas essa diferença tem caído. Enquanto o alemão vem de duas vitórias e de um quinto lugar no Canadá, o inglês teve dois quarto lugares (em Mônaco e na Inglaterra) e um terceiro (no Canadá).

Se não bastasse, Rosberg ainda tem mais pole positions na temporada: são três contra duas.

Hamilton chegou na Mercedes como o principal piloto após sua saída da McLaren. Mas até agora, ainda não venceu. No GP da Inglaterra, no último domingo, largou em primeiro, mas teve problemas com o pneu traseiro esquerdo.

Rosberg está pouco preocupado com essa situação. Se Sebastian Vettel e Fernando Alonso são pouco incomodados por Mark Webber e Felipe Massa na Red Bull e Ferrari, na Mercedes a situação é outra.

Ainda faltam 11 corridas para o fim da temporada. Será que Hamilton consegue segurar Rosberg?

Rosberg contra os companheiros

Mark Webber (2006)
Em seu primeiro ano na F-1, na Williams, Rosberg ficou atrás do australiano. Foi o 17 no Mundial, com quatro pontos. Webber, o 14, teve sete.

Alexander Wurz (2007)
Ainda na Williams, terminou o campeonato em nono, com 20 pontos. Enquanto isso, seu companheiro austríaco ficou em 11, com 13.

Kazuki Nakajima (2008 e 2009)
Foram dois anos ao lado do japonês, sendo superior em ambos. No último, ficou em sétimo no Mundial, com 34,5 pontos. O companheiro ficou zerado.

M. Schumacher (2010 a 2012)
Três anos de superioridade em cima do compatriota. A maior diferença foi no ano passado, quando foi o nono no Mundial. Já Schumacher foi o 13.

Enquanto o inglês Lewis Hamilton ainda luta pela sua primeira vitória na Mercedes na Fórmula 1, Nico Rosberg vai em busca do terceiro triunfo em quatro corridas após ganhar em Mônaco e na Inglaterra. E com o campeonato perto da metade com o GP da Alemanha, em Nürburgring, neste domingo, o alemão tem provado mais uma vez ser um rival duro para os companheiros de equipe.

Nas sete temporadas anteriores, Rosberg foi batido pelo companheiro apenas uma vez na classificação geral, justamente em seu ano de estreia, em 2006. Na ocasião, ele ficou somente três pontos atrás de Mark Webber, na Williams. Desde então, nunca foi superado dentro do time. Nem mesmo quando teve Michael Schumacher ao seu lado.

Em três anos ao lado do compatriota na Mercedes, Rosberg sempre conseguiu melhores resultados. Em 2012 ele venceu uma vez, enquanto Schumacher obteve como melhor resultado um terceiro lugar.

Até o momento, Rosberg ocupa a sexta colocação no Mundial de Pilotos. Tem sete pontos a menos do que Hamilton, o quarto (89 a 82). Mas nas últimas corridas essa diferença tem caído. Enquanto o alemão vem de duas vitórias e de um quinto lugar no Canadá, o inglês teve dois quarto lugares (em Mônaco e na Inglaterra) e um terceiro (no Canadá).

Se não bastasse, Rosberg ainda tem mais pole positions na temporada: são três contra duas.

Hamilton chegou na Mercedes como o principal piloto após sua saída da McLaren. Mas até agora, ainda não venceu. No GP da Inglaterra, no último domingo, largou em primeiro, mas teve problemas com o pneu traseiro esquerdo.

Rosberg está pouco preocupado com essa situação. Se Sebastian Vettel e Fernando Alonso são pouco incomodados por Mark Webber e Felipe Massa na Red Bull e Ferrari, na Mercedes a situação é outra.

Ainda faltam 11 corridas para o fim da temporada. Será que Hamilton consegue segurar Rosberg?

Rosberg contra os companheiros

Mark Webber (2006)
Em seu primeiro ano na F-1, na Williams, Rosberg ficou atrás do australiano. Foi o 17 no Mundial, com quatro pontos. Webber, o 14, teve sete.

Alexander Wurz (2007)
Ainda na Williams, terminou o campeonato em nono, com 20 pontos. Enquanto isso, seu companheiro austríaco ficou em 11, com 13.

Kazuki Nakajima (2008 e 2009)
Foram dois anos ao lado do japonês, sendo superior em ambos. No último, ficou em sétimo no Mundial, com 34,5 pontos. O companheiro ficou zerado.

M. Schumacher (2010 a 2012)
Três anos de superioridade em cima do compatriota. A maior diferença foi no ano passado, quando foi o nono no Mundial. Já Schumacher foi o 13.