icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/03/2014
15:06

Mendieta coleciona boas atuações nesta temporada e ainda briga por vaga entre os 11 titulares do técnico Gilson Kleina, no Palmeiras. Foram dois gols e duas assistências do meia. No último fim de semana, na vitória por 3 a 2 sobre a Ponte Preta, no Pacaembu, ele decidiu mais uma vez. A partida estava encaminhada para terminar empatada, mas o paraguaio saiu do banco e garantiu a vitória nos últimos minutos.

- Como eu sempre digo, trabalho diariamente para ser titular. Mas também sei que temos um grupo muito bom e todos têm condições de começar jogando. No nosso elenco não existe inimizade e um torce pelo outro. Todos querem jogar, mas só onze começam. Essa disputa é boa para todo mundo, principalmente para o Palmeiras, já que nós temos que treinar duro para conquistar uma oportunidade de jogar - analisou o paraguaio.

Mendieta vem ganhando cada vez mais a confiança da torcida e da comissão técnica do Verdão. Ele ainda acha que o ideal seria conseguir uma sequência como titular, mas sabe da força que o elenco palmeirense tem no meio campo.

- O melhor seria ter uma sequência para ganhar confiança e melhorar o meu nível, e em busca disso seguirei trabalhando forte para conquistar meu espaço. Para o time ser campeão, não basta ter apenas um bom time titular, é fundamental que o treinador tenha opções no banco com a mesma qualidade dos que estão dentro de campo - concluiu.

Neste ano, o paraguaio já disputou 11 jogos, quatro como titular. No próximo fim de semana, o Palmeiras encara o clássico contra o Santos, o jogo do ano até o momento. Mendieta confessa que os trabalhos durante a semana na Academia serão muito mais puxados, pois todos querem ser titulares em um jogo dessa importância.

- Esse é o típico jogo que todo mundo quer jogar e comigo não é diferente. Esta semana será de muito trabalho e tenho certeza de que os treinos serão pegados. O Santos tem uma ótima equipe e já provou que é um dos grandes favoritos ao título. Será um grande teste para nós e para eles - finalizou.