icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/07/2013
10:56

O alemão Theo Zwanziger, membro do Comitê Executivo da Fifa, afirmou ao diário "Sportbild" que nomear o Qatar como sede da Copa do Mundo de 2022 foi um "erro flagrante". Para o ex-presidente da Federação Alemã de Futebol, realizar o torneio no inverno não seria uma boa ideia.

- Irá atingir profundamente as estruturas das federações nacionais da Europa, assim como o futebol amador - afirmou.

O dirigente usou como exemplo as disputas em seu próprio país.

- Uma mudança assim não afeta somente a Bundesliga, mas também as divisões inferiores e os seus processos de acesso e descenso. A pirâmide estaria em perigo, assim como a unidade do futebol alemão também - completou Zwaziger.

Na última semana, a Premier League Inglesa também divulgou nota oficial se colocando contra a ideia expressada por Joseph Blatter de realizar a Copa do Mundo de 2022 entre os meses de dezembro e janeiro, quando é inverno no Hemisfério Norte. O motivo da mudança seria as altas temperaturas registradas no verão do Qatar.

O alemão Theo Zwanziger, membro do Comitê Executivo da Fifa, afirmou ao diário "Sportbild" que nomear o Qatar como sede da Copa do Mundo de 2022 foi um "erro flagrante". Para o ex-presidente da Federação Alemã de Futebol, realizar o torneio no inverno não seria uma boa ideia.

- Irá atingir profundamente as estruturas das federações nacionais da Europa, assim como o futebol amador - afirmou.

O dirigente usou como exemplo as disputas em seu próprio país.

- Uma mudança assim não afeta somente a Bundesliga, mas também as divisões inferiores e os seus processos de acesso e descenso. A pirâmide estaria em perigo, assim como a unidade do futebol alemão também - completou Zwaziger.

Na última semana, a Premier League Inglesa também divulgou nota oficial se colocando contra a ideia expressada por Joseph Blatter de realizar a Copa do Mundo de 2022 entre os meses de dezembro e janeiro, quando é inverno no Hemisfério Norte. O motivo da mudança seria as altas temperaturas registradas no verão do Qatar.