icons.title signature.placeholder Luis Fernando Coutinho
17/12/2013
18:37

Os fãs de MMA foram surpreendidos na tarde desta terça-feira por um anúncio curioso, no qual o evento brasileiro Shooto Brasil divulgou em sua conta oficial no Facebook que promoveria sua primeira luta mista de MMA da história, na qual um homem enfrentaria uma mulher sob as regras do esporte. A informação foi recebida de forma polêmica pelos torcedores do esporte, que reagiram em redes sociais com inúmeras críticas ao movimento. Mas, tudo não passou de uma ação promocional do show. É o que diz o Dr. Marcio Tannure, diretor médico da Comissão Atlética Brasileira de MMA.

Procurado pelo LANCE!Net para esclarecer se a organização do Shooto havia procurado a CABMMA para legalizar a luta entre Emersom Falcão e Jualiana Velasquez e em quais condições essa disputa aconteceria, o profissional se limitou a dizer que tudo não passou de uma forma do evento promover a própria imagem.

- Essa luta não é verdadeira. Foi somente uma maneira utilizada pelo promotor do evento para promover o show - resumiu o membro da comissão, em contato feito por e-mail.

O Shooto 45 acontece nesta sexta, a partir das 20h, no centro esportico Miécimo da Silva, em Campo Grande, Rio de Janeiro.