icons.title signature.placeholder Guilherme Gomes
15/11/2014
12:01

Finalmente, 14 anos depois, um brasileiro terá a chance de ser campeão das Finais da ATP (antigo Masters) que reúne os melhores tenistas da temporada no final do ano. Diferentemente de Gustavo Kuerten, que venceu em Lisboa-2000, desta vez não será nas simples e, sim, nas duplas.

Ao vencerem o polonês Lukasz Kubot e o sueco Robert Lindstedt por 2 a 1 (6-4, 4-6 e 6-10) nesta tarde em Londres, o brasileiro Marcelo Melo e seu parceiro, o croata Ivan Dodig, vão disputar a finalíssima amanhã.

O jogo foi equilibrado desde o início e esteve empatado até o 4 a 4 do primeiro set. Foi quando o croata Dodig teve seu serviço quebrado após cometer uma dupla falta e um erro não-forçado no game. Os adversários do brasileiro fecharam então o set em 6 a 4.

Mas as maiores chances de Melo e Dodig no jogo aconteceram na metade do segundo set. Vencendo a parcial por 3 a 2, eles tiveram três chances para quebrar o serviço dos adversários. Lindstedt e Kubot salvaram os breaks e o game para empatar em 3 a 3. Depois Melo/Dodig tiveram mais um break e um set point no 5 a 4 e desperdiçaram. Mas ganharam o ponto decisivo do 40-40 e fecharam o set, empatando a partida.

A disputa foi então para o set desempate (até dez pontos). Foi quando prevaleceu a maior experiência da dupla do brasileiro. Enquanto Kubot e Lindstedt estão juntos há apenas um ano no circuito, tendo debutado no torneio de Sydney-14, Dodig e Marcelo estão juntos desde o torneio de Memphis (EUA) em 2012.

Os adversários de Dodig e Melo serão conhecidos neste sábado à noite. Eles saem do jogo entre os irmãos Bryan e os franceses Benneteau/Roger-Vasselin.