icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2014
12:16

Eleito melhor jogador da Copa do Mundo, o argentino Messi, vice-campeão pela Argentina, ficou de fora da seleção ideal da Castrol, que em parceria com a Fifa elege os principais nomes do torneio através de estatísticas. O Brasil teve dois representantes: Thiago Silva (média 9,54) e Oscar (9,57). Kroos (9,79) foi o dono da melhor média.

Da Alemanha, que ficou com o título, entraram, além de Kroos, Neuer (9,33), Hummels (9,66), Lahm (9,39, que entrou como meia, e não lateral) e Müller (9,63). Da Argentina, o lateral-esquerdo Rojo (9,51) foi o único representante. A seleção é ainda complementada pelos holandeses De Vrij (9,7) e Robben (9,74), além de James Rodríguez (9,37).

A Castrol, patrocinadora oficial da Copa do Mundo, utiliza um método semelhante ao que usa para desenvolver óleos. O índice vem através de uma tecnologia de monitoramente da Fifa e obtém dados dos atletas, que depois são analisados por especialistas da empresa.


Kroos foi melhor de acordo com a empresa Castrol (Foto: Vanderlei Almeida / AFP)