icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/07/2014
09:01

A paixão de Ángel Romero pelo Corinthians é de infância, mas o atacante paraguaio que hoje tenta ganhar espaço sob o comando de Mano Menezes já esteve do outro lado e por pouco não eliminou o clube brasileiro de uma competição continental. O ano era 2012, e os garotos do sub-20 do Corinthians chegaram às quartas de final da Libertadores da categoria para enfrentar justamente o Cerro Porteño (PAR) de Romero, então rebaixado pelo time profissional.

Após o 0 a 0 no tempo normal, o jogo foi para os pênaltis e o paraguaio desperdiçou duas cobranças. Na primeira, o paraguaio chutou colocado no lado esquerdo, o goleiro pegou, mas o árbitro pediu para voltar a cobrança sob alegação de o arqueiro alvinegro ter dado um passo à frente. O camisa 11 do Cerro Porteño bateu de novo, inverteu o canto, mas Caldeira foi buscar mais uma vez. No fim, o Corinthians venceu por 4 a 1 e avançou para as semifinais, quando foi eliminado pelo River Plate, da Argentina.

Agora que Ángel Romero e Matheus Caldeira estão do mesmo lado, o Youtube do Corinthians promoveu um novo desafio de cobranças de pênalti. Ainda durante o período de treinos em Extrema (MG), o clube colocou os dois jogadores em lados opostos para três cobranças. Na primeira, Romero bateu do lado direito e o goleiro caiu para a esquerda. Na segunda, goleiro e bola na direita e defesa de Matheus. Na última cobrança, o paraguaio deu uma cavadinha que gerou indignação no oponente.

- Assim não vale! - disse Matheus Caldeira, contrariado.

Satisfeito com a vingança, Romero disse que "melhorou após dois anos" e sorriu para a câmera.