icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/08/2015
17:05

Clubes do Brasil disputam as melhores posições em ranking de sócios-torcedores do Movimento por um Futebol Melhor, idealizado pela Brahma. Recentemente, o São Paulo deixou para trás Cruzeiro, Flamengo e Santos na classificação. Palmeiras e Corinthians também fizeram embates e seguem próximos nesta tabela. E na parte central, duas agremiações também chamam atenção no Torcedômetro: ABC-RN e CSA-AL estão a apenas um afiliados de distância.

Atualmente, o clube potiguar possui 2.691 adeptos e figura na 33ª colocação do ranking. Já os alagoanos aparecem com oito sócios-torcedores a menos, na 34ª colocação. Após altos e baixos, as agremiações mantêm crescimento.

O ABC conta com o apoio de seus fanáticos para se manter na Série B do Campeonato Brasileiro, enquanto o CSA planeja um time forte para disputar as principais competições do calendário.

Para atrair e fidelizar os afiliados, as agremiações promovem ações, como os benefícios diários oferecidos pelas empresas parceiras do Movimento por um Futebol Melhor: Ambev, Unilever, Pepsico, SKY, TIM, BIC, Centauro.com.br, Easy Taxi, Multiplus, Editora Abril, Méliuz e Raízen.

Desde 2013, o Movimento concedeu mais de R$ 60 milhões em descontos aos associados dos 65 clubes participantes. Em julho, o Movimento atingiu a histórica marca de 1 milhão de sócios-torcedores, contribuindo para uma receita estimada de R$ 400 milhões/ano no futebol com os programas de associados.

Clubes do Brasil disputam as melhores posições em ranking de sócios-torcedores do Movimento por um Futebol Melhor, idealizado pela Brahma. Recentemente, o São Paulo deixou para trás Cruzeiro, Flamengo e Santos na classificação. Palmeiras e Corinthians também fizeram embates e seguem próximos nesta tabela. E na parte central, duas agremiações também chamam atenção no Torcedômetro: ABC-RN e CSA-AL estão a apenas um afiliados de distância.

Atualmente, o clube potiguar possui 2.691 adeptos e figura na 33ª colocação do ranking. Já os alagoanos aparecem com oito sócios-torcedores a menos, na 34ª colocação. Após altos e baixos, as agremiações mantêm crescimento.

O ABC conta com o apoio de seus fanáticos para se manter na Série B do Campeonato Brasileiro, enquanto o CSA planeja um time forte para disputar as principais competições do calendário.

Para atrair e fidelizar os afiliados, as agremiações promovem ações, como os benefícios diários oferecidos pelas empresas parceiras do Movimento por um Futebol Melhor: Ambev, Unilever, Pepsico, SKY, TIM, BIC, Centauro.com.br, Easy Taxi, Multiplus, Editora Abril, Méliuz e Raízen.

Desde 2013, o Movimento concedeu mais de R$ 60 milhões em descontos aos associados dos 65 clubes participantes. Em julho, o Movimento atingiu a histórica marca de 1 milhão de sócios-torcedores, contribuindo para uma receita estimada de R$ 400 milhões/ano no futebol com os programas de associados.