icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
14:04

Após o empate em 0 a 0 com o Atlético Nacional (COL), em Medellín, o São Paulo chegou à capital paulista no início da tarde desta quinta-feira. O atleta mais assediado da delegação tricolor foi Luis Fabiano. Nem tanto pela sua atuação na partida que assegurou uma vaga à semifinal da Copa Sul-Americana. Substituído no início da segunda etapa, Fabuloso pediu uma maior sequência de partidas, a fim de recuperar a sua forma.

- Só vou voltar a ficar bem jogando. Mas, infelizmente, não estou tendo essa oportunidade. Acho que, jogando, volto a recondicionar fisicamente, mas tem de respeitar o treinador. Ele sabe o que é melhor para o time. Se for para jogar, vou jogar, se for para treinar, vou tentar buscar o meu melhor. Vamos ver nos próximos jogos como vou me reencontrar - disse o camisa 9 do São Paulo. 

Luis Fabiano tem sofrido com lesões ao longo desta temporada, a despeito de ter atingido o seu maior número de jogos em um ano desde o retorno ao Tricolor, em 2011. O atleta voltou a dizer que não está 100% fisicamente.

- A realidade é que não estou conseguindo jogar. Meu físico não está 100%. Vou fazer de tudo para poder melhorar, e treinar para poder ajudar - completou o artilheiro.

O atacante também aproveitou para falar de uma possível saída do clube na próxima temporada. Rumores de uma transferência já haviam surgido no decorrer desta temporada. A má fase contribuiu para que o assunto voltasse à tona.

Ao contrário do que fez após a partida desta quarta-feira, quando acenou com a chance de sair do clube, Luis Fabiano preferiu não comentar o tema. Ele despistou e pregou foco apenas na continuidade da campanha do Tricolor na competição continental.

- Na verdade, ninguém sabe onde vai estar no ano que vem. Mas não quero pensar nisso. Temos um mês importante em que podemos salvar a temporada. Tem coisas que temos de deixar em segundo plano. O que tenho de pensar neste ano é em como vou voltar a jogar bem - disse.