icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
21/07/2014
08:07

Éverton Ribeiro tornou-se o principal nome do Cruzeiro no quesito marcação. Na vitória sobre o Palmeiras, na tarde passada, o meia-atacante reuniu números de desarmes idênticos aos de Henrique e Ceará, jogadores responsáveis por impedir que os adversários cheguem à meta de Fábio.

O craque foi, ao lado do lateral-direito e do volante, o maior ladrão de bolas da Raposa na partida. Ele reconhece que ao atuar fora de casa é necessário mudar o estilo de jogo da equipe.

– Temos que saber jogar fora de casa, não é fácil, ainda mais com a torcida deles empurrando. Sabíamos que seria difícil. É natural do jogo tomarmos uma pressão fora de casa. O importante é vencer – comentou o atleta, que ainda avaliou a mudança tática cruzeirense do primeiro para o segundo tempo:

– É difícil manter a pegada forte de um tempo para o outro. A equipe adversária conhecia mais o campo que a gente. Conseguimos suportar a pressão deles e sair com um placar positivo. Voltaremos com três pontos para casa.


Ladrões de bola do Cruzeiro diante do Palmeiras:
5 desarmes – Éverton Ribeiro, Ceará e Henrique
2 desarmes – Tinga
1 desarme – Egídio, Lucas Silva e Ricardo Goulart