icons.title signature.placeholder Gabriel Carneiro
07/11/2013
17:57


A indefinição a respeito da permanência de Tite no Corinthians em 2014 já começa a incomodar o elenco. Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva concedida após o treino no CT Joaquim Grava, o meia Renato Augusto fez um apelo em defesa do treinador, a quem comparou com Alex Ferguson, ex-Manchester United, que recentemente se aposentou após 26 anos no mesmo clube. Aparentando impaciência, o camisa 8 admitiu: não seria nenhuma surpresa se a equipe mudasse de comandante para a próxima temporada.

- O contrato dele está acabando e ele é um treinador com mercado muito aberto, não só no Brasil. Minha torcida é para que ele fique, mas se infelizmente não tiver a permanência não seria surpresa - comentou Renato Augusto, logo após responder sobre o comportamento de Tite nas últimas semanas, dada a indefinição sobre sua permanência.

Garantido pela diretoria ao menos até o fim da temporada, Tite avisou que decidirá se continua após atingir uma pontuação mínima contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Sem ambições para alcançar a Libertadores, o treinador tem sido alvo de contestações internas e tem vínculo somente até dezembro de 2013. Nos últimos dias, entretanto, os jogadores saem em defesa do comandante, e o recado de Renato Augusto foi claro.

- Ele está sendo ele. Os jogadores e quem vive no clube torcem para que ele possa ficar. Não é possível que um treinador que ganhou tudo em seis meses tenha desaprendido tudo. Se fosse assim o Manchester United não teria ganho nada, porque o treinador ficou 26 anos. Os jogadores têm sua parcela de culpa, e cada jogador tem que ter consciência da sua parcela. A gente espera que ele possa ficar, porque tem muito a dar ao Corinthians.