icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/02/2015
14:26

Depois de quatro rodadas, a situação na tabela do Boavista no Campeonato Carioca não é das melhores. Com apenas um ponto, assim como Nova Iguaçu, Bonsucesso e Cabofriense, o Boavista está na 13ª colocação. Mas o mau início do Boavista pode ser resultado de confronto contra os grandes times do Rio de Janeiro. Nas rodadas anteriores, o clube já enfrentou Botafogo e Fluminense, e acumulou duas derrotas.

Nesta quinta-feira, a equipe enfrenta o Flamengo, às 19h30, no Maracanã. Para o meia Fábio Azevedo, ter pela frente Botafogo, Fluminense e Flamengo nas cinco primeiras rodadas acabou por obrigar o clube do meia Fábio Azevedo a "acordar" na competição mais cedo.

- Claro que seria melhor enfrentar os grandes mais pra frente, quando já estivéssemos entrosados, mais confiantes e com uma boa pontuação, mas temos que procurar somar pontos independente do adversário. Devemos procurar ver o lado bom da situação, que nesse caso será enfrentar os nossos adversários diretos quase que sequencialmente do meio para o final da primeira fase. De toda forma, temos que buscar de maneira urgente dar a volta por cima na competição - afirmou Fábio.

Sobre o Flamengo, adversário desta quinta-feira, Fábio destaca a dificuldade de bater o atual campeão carioca em seu estádio, mas garante que, caso ele e seus companheiros acreditem, a possibilidade de uma zebra se tornará mais palpável.

- A parte psicológica num jogo tão difícil como esse é bastante importante. Teremos em primeiro lugar que acreditar que é possível sim fazer uma boa partida contra eles, e como consequência disso, vencê-los. O que não podemos é entrar em campo derrotados. Temos nosso valor e devemos mostrá-lo em campo - concluiu o meia.