icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2014
20:09

Principal jogador da Seleção Brasileira, Neymar deixou a partida contra a Colômbia antes do final, após receber uma joelhada nas costas de Zúñiga. Reclamando de dores e chorando bastante, o jogador seguiu diretamente para uma clínica em Fortaleza (CE) e está realizando uma bateria de exames para definir o diagnóstico.

Após avançar à semifinal da Copa do Mundo, tanto o técnico Luiz Felipe Scolari quanto o médico que o atendeu no gramado do Castelão, Rodrigo Lasmar, demonstraram preocupação sobre o quadro do jogador. Felipão teme até não tê-lo diante da Alemanha, na partida de terça-feira, em Minas Gerais.

- Tivemos a perda do Neymar naquela jogada ali, que pelo que estou vendo, acho difícil ele jogar (na semifinal). Nem cartão amarelo! Todo mundo sabia que o Neymar seria caçado, estamos falando isso há três jogos. Mas ninguém acha isso. Todo mundo acha que só jogadores da Alemanha, desse ou daquele, serão caçados - reclamou o treinador.

- Ele primeiro foi à clínica aqui do estádio, já foi encaminhado a uma clínica particular com o doutor Runco. Tem uma série de exames que precisa fazer, porque levou uma joelhada e ficou chorando de dor. Não temos a noção exata, mas posso garantir que a recuperação não será fácil. Pelo que o doutor nos passou, pela dor que sente, sendo coluna... Vamos ver, espero que corra tudo bem - acrescentou.

Neymar deixou o Castelão mesmo antes do término da partida, e quando entrou na clínica, chegou em uma maca, com o rosto tampado, e recebendo medicamento pela veia. Lasmar, ao falar sobre o atendimento ao camisa 10, resumiu a situação como "dramática".

Entrada do hospital onde Neymar está realizando exames (Foto: Caio Carrieri)

- Uma situação no primeiro momento difícil, dramática pela dor que ele sente, mas é muito cedo. Ainda não conseguimos diagnóstico preciso, precisa dos exames, pode ser apenas contusão, algo mais grave, vamos aguardar um pouco mais pra ser mais claro - falou.

- Mas preocupa, claro, toda lesão que o jogador não consegue terminar o jogo, pede pra sair, chorando, realmente preocupa - completou.

Apesar da preocupação, o departamento médico da Seleção por enquanto não cogita a permanência de Neymar em Fortaleza (CE). A expectativa é de que o atacante volte à concentração nesta sexta, e siga viagem com a delegação para Teresópolis (RJ).

Neymar chegando ao hospital em Fortaleza (CE) de maca (Foto: Arquivo Pessoal)