icons.title signature.placeholder Craque do Futuro - Gustavo Xavier
17/04/2014
16:55

Mais uma tragédia no Paraibano de 2014. Depois de um torcedor do Auto Esporte ter caído no fosso do Estádio Almeidão e ter morrido, agora foi o médico que trabalhava no jogo de ontem, entre Santa Cruz-PB e Auto Esporte que teve uma embolia pulmonar e faleceu.

Tudo começou quando o médico escalado para o jogo não compareceu ao Estádio da Graça, em João Pessoa, alegando uma forte enxaqueca. O árbitro da partida deu uma hora para que o Santa, time mandante, convocasse outro médico para a partida. Perto do prazo dado pelo juiz se encerrar, um dirigente do Santa avisou que um outro médico estava a caminho. Sob aplausos da torcida, o médico entrou em campo para se apresentar ao árbitro. Com a chegada do profissional foi dado o apito inicial.

Poucos minutos depois do início do jogo, Dorivaldo começou a passar mal e foi levado do Estádio pela ambulância. O árbitro deu o fim da partida e ficou decidido que nesta quinta-feira, o jogo continuaria com o tempo corrido de quatro minutos.

Uma hora depois de ter sido levado pela ambulância para uma clínica, o médico Dorivaldo Pereira veio a óbito.

Na manhã desta quinta-feira a Federação Paraibana de Futebol divulgou uma nota de pesar que decreta três dias de luto e o cancelamento da partida que continuaria na noite de hoje.