icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
04/03/2014
08:03

O Corinthians nunca tomou tantos gols numa competição como nesta atual edição do Campeonato Paulista. A média de 1,45 (16 em 11 jogos) é pior até do que a que o time teve no Brasileirão-2007, quando foi rebaixado.

Desde a queda, o Timão disputou nada menos do que 20 competições, entres estaduais, nacionais, torneios sul-americanas e até Mundial de Clubes. Em todas, a média de gols sofrido pela equipe foi inferior à registrada no Paulistão-2014.

O impacto fica ainda maior se for levada em consideração a última disputa. No Brasileirão-2013, o Corinthians sofreu apenas 22 gols em 38 jogos (0,57/partida), terminando como a menos vazada e ostentando um dos melhores índices da história do Nacional, que é disputado desde 1971.

O que se vê no Paulistão jamais foi registrado na equipe sob o comando de Tite, em três temporadas à frente da equipe, nem sob os cuidados de Mano Menezes. O treinador, aliás, que sempre conseguiu manter um bom desempenho defensivo na primeira passagem pelo clube (2008/2010), ainda busca a melhora desses números impressionantes.

– A gente quer isso (melhora da zaga) o mais rapidamente possível, mas mudaram três jogadores, mudamos também um pouco o jeito de jogar, o estilo é diferente. Não foi de uma hora para outra que conseguimos aquilo (entrosamento). As mudanças aconteceram, tomamos muitos gols, mas faz parte da adaptação – afirmou Cássio, ontem à tarde, no CT, lembrando as saídas do zagueiro Paulo André e dos laterais Alessandro e Fábio Santos – este continua no elenco, mas Uendel é o titular.

– Eu tive a chance de falar com ele (Mano Menezes) nesse sentindo, a defesa com ele no Grêmio foi uma das melhores, é um estilo de treinador que gosta de tomar poucos gols, esperamos diminuir esse número de gols para conseguir as vitórias – completou o goleiro, ressabiado.

ZAGA NAS ÚLTIMAS 21 COMPETIÇÕES:

BRASILEIRÃO-07 (queda)
MÉDIA: 1,31

PAULISTÃO-08
MÉDIA: 0,79

COPA DO BRASIL-08
MÉDIA: 1,09

SÉRIE B-08
MÉDIA: 0,76

PAULISTÃO-09
MÉDIA: 0,78

COPA DO BRASIL-09
MÉDIA: 0,8

BRASILEIRÃO-09 (a pior até então)
MÉDIA: 1,42

PAULISTÃO-10
MÉDIA: 0,94

LIBERTADORES-10
MÉDIA: 0,62

BRASILEIRÃO-10
MÉDIA: 1,07

LIBERTADORES-11
MÉDIA: 1,00

PAULISTÃO-11
MÉDIA: 0,69

BRASILEIRÃO-11
MÉDIA: 0,94

PAULISTÃO-12
MÉDIA: 0,70

LIBERTADORES-12
MÉDIA: 0,28

BRASILEIRÃO-12
MÉDIA: 1,02

MUNDIAL-12
MÉDIA: 0,00

LIBERTADORES-13
MÉDIA: 0,5

PAULISTA-13
MÉDIA: 0,78

RECOPA-13
MÉDIA: 0,5

BRASILEIRÃO-13
MÉDIA: 0,57

PAULISTÃO-14 (pior dos últimos anos)
MÉDIA: 1,45