icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/02/2015
16:11

O Boca Juniors terá uma nova cara em 2015. Sem o ídolo Riquelme, que se aposentou, e nenhum outro astro tão identificado com a Bombonera, o clube aposta numa mescla entre medalhões e jogadores do mercado internacional. Na última terça-feira, o Xeneize trouxe o atacante Osvaldo e fez um grande impacto na Argentina.

Garantidos na Copa Libertadores, os portenhos contarão com nomes conhecidos do futebol europeu e sul-americano, alguns deles, inclusive, foram formados pelo próprio Boca Juniors.

Confira quem são os destaques do Boca para buscar títulos que ficaram faltando nas últimas duas temporadas.

OSVALDO:

Último clube de Osvaldo na Europa foi a Inter de Milão (Crédito:AFP)

A grande contratação do clube para a temporada. Revelado pelo Huracán, o atacante se naturalizou italiano para defender a Azzurra. Na Europa, durante quase uma década, ele acumulou passagens por Atalanta, Lecce, Fiorentina, Bologna, Espanyol, Roma, Southampton, Juventus e Inter de Milão.

Osvaldo foi emprestado pelo Southampton por seis meses, com opção de mais seis. Ele estava cedido aos Nerazzurris, mas não estava sendo aproveitado e fez apenas cinco jogos como titular.

LODEIRO:

Lodeiro terá a missão de vestir a camisa 10 do Boca Juniors (Crédito: Divulgação)


Com contrato assinado até 2018, o jogador uruguaio terá a enorme responsabilidade de vestir a camisa 10, a mesma do ídolo Riquelme. No entanto, a ideia de vestir o mítico uniforme partiu do próprio meia que já disputou duas Copas do Mundo pela Celeste Olímpica.

Lodeiro é conhecido no Brasil por defender Botafogo e Corinthians. No primeiro clube, ele teve altos e baixos, chegando a se destacar em alguns jogos e ficar apagado em outros. Já no Timão, o uruguaio acabou pouco aproveitado. O apoiador também já passou por Nacional-URU e Ajax.

GAGO:

Gago tem experiência e técnica para comandar o meio de campo (Crédito:AFP)

Jogador de grife no futebol argentino. Participou da campanha do vice-campeonato mundial da seleção albiceleste no Brasil, mas perdeu a vaga de titular no início da competição.

Depois de passagens em clubes grandes da Europa, como Real Madrid, Roma e Valencia, Gago retornou à Argentina em 2013 para defender o Vélez Sarsfield, por empréstimo. Na mesma temporada, ele foi comprado pelo Boca Juniors, clube pelo qual começou a carreira profissional, em 2004 e conquistou alguns títulos importantes, como Campeonato Argentino e Copa Sul-Americana.

MONZÓN:

Monzón terá de mostrar a bola que não jogou pelo Fluminense (Crédito: AFP)

A torcida do Fluminense não guarda boas recordações deste lateral-esquerdo. Formado pelo Boca Juniors, assinou com o Tricolor em 2013, mas sequer completou uma temporada nas Laranjeiras.

O defensor também já vestiu as camisas de Betis, Nice, Lyon. Recentemente, estava no Catania, da Itália. Foi cedido por empréstimo.

OUTROS NOMES DO FUTEBOL INTERNACIONAL

Pablo Pérez (Volante, Málaga-ESP), Rolín (Zagueiro, Catania-ITA), Peruzzi (Lateral-direito, Catania-ITA), Torsiglieri (Lateral, Metalist-UCR) e Sara (Goleiro, Betis-ESP).