icons.title signature.placeholder Thiago Ferri
10/06/2014
19:20

O Palmeiras definiu nesta terça-feira a promoção de quatro jogadores das categorias de base ao time profissional a partir de segunda, quando o elenco se reapresenta, já sob comando de Ricardo Gareca. Os garotos escolhidos foram o lateral-esquerdo Mateus Muller (18 anos), o lateral-direito Léo Cunha (18 anos), o meia Juninho (18 anos) e o atacante Érik (20 anos). Estes se juntam ao zagueiro Gabriel Dias, de 20 anos e que já vinha trabalhando na equipe principal.

O quinteto irá passar por um período de treinamentos com os profissionais, e a comissão do treinador argentino acompanhará o desenvolvimento dos jovens. Eles seguirão disputando jogos pela equipe de base, em rotina parecida com aquela já desempenhada no ano passado pelo zagueiro Thiago Martins, além dos meias Edilson e Bruno Dybal. Enquanto o primeiro se recupera de uma cirurgia no joelho, os outros dois vinham treinando separados do grupo.

A atitude foi um pedido do departamento de futebol, especialmente diante do trabalho que Gareca costuma fazer com os mais jovens. No Vélez Sarsfield (ARG), sua antiga equipe, "El Flaco" ficou conhecido por saber usar a categoria de base do clube, revelando diversos jogadores. Este foi um dos fatores que motivaram o Verdão a buscá-lo na Argentina.

Do quarteto, Léo Cunha é uma opção para a debilitada lateral direita, que conta com poucas opções - Wendel é o titular, e Luis Felipe, revelado no clube, está encostado desde que entrou em litígio com o Palmeiras. Mateus Muller, por sua vez, vem da conquista da Panda Cup, com a Seleção Brasileira sub-20. O lateral é uma das maiores apostas da base alviverde, e sonha com a convocação para os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro (RJ).