icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
24/11/2014
14:22

A Copa do Mundo de 2014 terminou no dia 13 de julho. Desde então, Fred já balançou as redes dos adversários 13 vezes. O número é suficiente para colocá-lo como o maior artilheiro entre todos os centroavantes titulares da Copa do Mundo, juntamente com o alemão Thomas Müller. O atacante do Bayern de Munique marcou nove gols pelo clube e quatro pela seleção. O levantamento considerou apenas os camisas 9 das seleções do Mundial.

Ao saber do levantamento, Fred comentou a respeito.

- Quando acabou a Copa do Mundo, eu procurei colocar a cabeça no lugar, tirei um período para relaxar e voltei com a mesma seriedade e determinação de sempre ao Fluminense. Em nenhum momento, duvidei do que eu era capaz, pois sei das minhas qualidades. Graças a Deus, voltei a jogar bem, fazer os gols e ajudar meu time. Nessas duas últimas rodadas do Brasileirão, vou buscar a artilharia e acabar o ano fazendo o que mais gosto: marcar ainda mais gols - disse

O gol marcado contra o Sport levou o atacante à artilharia do Brasileirão, junto com Henrique, do Palmeiras, e do campeão Ricardo Goulart, do Cruzeiro.

- Estou vivendo uma ótima fase desde o término da Copa. Venho buscando marcar gol em todas as partidas e quero mais essa artilharia no meu currículo. O jogo contra o Sport foi complicado. O time deles foi muito bem e tivemos dificuldades. No fim da partida, tive a felicidade de acertar aquele belo chute e empatar o jogo. Tenho três concorrentes que estão fazendo um bom Brasileirão por seus times. O Goulart acaba de ser campeão pelo Cruzeiro e o Henrique vem tentando salvar o Palmeiras do rebaixamento, além do Marcelo Moreno, que está no páreo e é um forte candidato. A briga continuará acirrada até a última rodada - explicou.

Caso Fred consiga ser artilheiro dessa edição do Campeonato Brasileiro, será a quinta vez que o camisa 9 conquista essa marca em uma competição. Pelo Cruzeiro, o atacante foi o maior artilheiro de uma única edição da Copa do Brasil, marcando 14 vezes em apenas 9 jogos, no ano de 2005. Pelo Fluminense, o jogador foi goleador máximo do Campeonato Carioca 2011, com 10 gols, e do Campeonato Brasileiro de 2012, com 20 gols ao longo da competição. Pela Seleção Brasileira, Fred foi o artilheiro da Copa das Confederações de 2013, com 5 gols em 5 jogos.

Levantamento de artilheiros pós-Copa. Confira a lista!

Alemanha - Thomas Müller – 9 gols em 17 partidas pelo clube e 4 gols em 4 partidas pela seleção
Argélia - Islam Slimani – 5 gols em 12 partidas pelo clube
Argentina - Gonzalo Higuaín – 10 gols em 18 partidas pelo clube
Austrália – Tim Cahill – 2 gols em 2 partidas pelo clube
Bélgica - Romelu Lukaku – 5 gols em 19 partidas pelo clube
Bósnia - Edin Dzeko – 4 gols em 17 partidas pelo clube e 1 gol em 3 partidas pela seleção
Brasil – Fred – 13 gols em 26 partidas pelo clube
Camarões – Eto’o – 4 gols em 12 partidas pelo clube
Chile – Alexis Sánchez – 12 gols em 19 partidas pelo clube
Colômbia – Teófilo Gutiérrez - 10 gols em 13 partidas pelo clube
Coréia do Sul - Lee Keun-Ho - sem dados sobre o atleta
Costa do Marfim – Wilfried Bony – 4 gols em 13 partidas pelo clube
Costa Rica - Joel Campbell – 0 gol em 6 partidas pelo clube
Croácia – Mandzukic – 8 gols em 16 partidas pelo clube e 0 gol em 4 partidas pela seleção
Equador – Felipe Caicedo – 1 gol em 10 partidas pelo clube
Espanha – Diego Costa – 11 gols em 13 partidas pelo clube e 1 gol em 2 partidas pela seleção
Estados Unidos - Clint Dempsey 8 – 7 gols em 18 partidas pelo clube
França - Karin Benzema – 12 gols em 18 partidas pelo clube
Gana - Asamoah Gyan – sem dados sobre o atleta
Grécia – Giorgios Samaras – 0 gol em 8 partidas pelo clube
Holanda – Van Persie – 3 gols em 11 partidas pelo clube e 2 gols em 4 partidas pela seleção
Honduras - Jerry Bengtson – 1 gol em 9 partidas pelo clube
Inglaterra - Daniel Sturridge – 1 gol em 3 partidas pelo clube
Irã - Reza Ghoochannejad – sem dados sobre o atleta
Itália – Mario Balotelli – 2 gols em 14 partidas pelo clube
Japão – Yuya Osako – 1 gol em 10 partidas pelo clube
México – Peralta – 11 gols em 19 partidas pelo clube
Nigéria – Ahmed Musa – 6 gols em 19 partidas pelo clube
Portugal - Helder Postiga – 1 gol em 9 partidas pelo clube
Rússia - Aleksander Kokorin 9 – 9 gols em 21 partidas pelo clube e 1 gol em 3 partidas pela seleção
Suíça - Haris Seferovic 9 – 5 gols em 13 partidas pelo clube e 2 gols em 4 partidas pela seleção
Uruguai – Edinson Cavani - 9 gols em 18 partidas pelo clube