icons.title signature.placeholder Felipe Domingues, Guilherme Cardoso e Luis Fernando Ramos
08/11/2014
16:04

Até parecia um gol em um jogo de futebol. A cada passagem de Felipe Massa na reta de largada do Autódromo de Interlagos, em São Paulo (SP), o público delirava. E o apoio parece ter contagiado o brasileiro. Com um bom desempenho, ele ficou com a terceira colocação no treino classicatório para o GP do Brasil, na tarde deste sábado. Bateu o companheiro Valtteri Bottas, o quarto, em todos os momentos da atividade. E por pouco, não ficou mais perto das Mercedes.

- Fico feliz por estar aqui, ouvir a torcida gritando meu nome. A energia nesse lugar é única. Espero que seja só o começo - avaliou o piloto da Williams.

Após conseguir uma boa volta logo no início da terceira parte do treino classificatório, Massa não conseguiu melhorar o tempo em uma segunda tentativa. Ele acredita que seria difícil bater as Mercedes, mas poderia ficar ainda mais perto dos líderes do campeonato. Na pole, Nico Rosberg marcou 1m10s023, com Lewis Hamilton logo em seguida, com 1m10s056. O brasileiro terminou com 1m10s247.

- Foi emocionante estar no Brasil, ter um carro competitivo. Não usei tudo o que pude no carro, tive problemas de tráfego e para sair da garagem.

Tive de sair nos momentos finais e não consegui melhorar minha volta. Poderia não melhorar para batê-los, mas poderia ter ficado mais perto - avaliou o corredor da Williams.

- Quando fui usar o segundo jogo de pneus, o carro não estava ligando. Tentamos ligar três, quatro vezes. Saímos no último momento, com vários carros em volta. Não consegui melhorar - completou.