icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/03/2014
10:30

Após um desapontador treino de classificação, Felipe Massa afirmou que a Williams sentiu a chuva que caiu no circuito de Albert Park, em Melbourne, na Austrália, mais que as outras equipes. O brasileiro teve boa participação no Q1, quando fechou com o terceiro melhor tempo, mas após o início da chuva, no fim do Q2 e durante quase todo o Q3, a Williams perdeu estabilidade e não teve a mesma performance.

- O carro estava bom durante o tempo de pista seca nos treinos livres e no Q1, mas com a pista molhada, tivemos problemas com o downforce na traseira e essas condições provavelmente nos feriram mais que aos outros - comentou Massa em entrevista ao site da Williams.  

O companheiro de equipe do brasileiro, Valtteri Bottas, completou a classificação em décimo lugar, mas ainda perderá cinco posições devido à troca de câmbio em seu carro. Mesmo com os problemas, Felipe Massa se manteve positivo sobre o papel da Williams no treino, dizendo que a equipe evoluiu desde o ano passado.

- Colocar ambos os carros no Q3 é um passo à frente comparado com a última temporada, mas nós definitivamente tínhamos um carro capaz de encerrar o dia em uma melhor posição - disse.

Para amanhã, Massa acredita que o trabalho fora das pistas definirá as posições da prova que, para infelicidade do piloto, promete chuva também.

- A corrida deve ser muito imprevisível, por isso precisamos trabalhar muito para ter certeza que não teremos problemas com o carro e para que possamos usar o nosso ritmo mais forte no seco para atingir boas posições - completou.