icons.title signature.placeholder Luis Fernando Ramos
17/11/2013
21:48

Numa corrida de poucas alternativas em termos de estratégia neste domingo em Austin (EUA), o brasileiro Felipe Massa pagou o preço por um final de semana pouco competitivo na Fórmula 1. Sem jamais ter encontrado um bom acerto para sua Ferrari, ele terminou uma posição à frente da qual largara, o 12º lugar.

- A corrida foi um desastre. Largando em 13º e chegando em 12º, a gente pode inventar o que for... Lógico que a posição poderia ser um pouco melhor. Arriscamos uma parada a mais no fim, caso entrasse um Safety Car, ou acontecesse alguma coisa diferente na corrida. Aí, poderíamos ganhar algumas posições. Não funcionou. Mas os pneus desgastavam muito pouco, então a gente sabia que essa estratégia era arriscada - analisou o brasileiro.

Olhando em retrospecto, Massa identificou que o principal problema foi encontrar um acerto para o carro que fizesse os pneus funcionarem na janela ideal de temperatura.

- Durante o fim de semana todo, meus pneus não aqueciam. Começava uma volta com a mesma temperatura nos pneus, inclusive do meu companheiro de equipe e terminava com dez graus a menos. Sofri muito. Aqui, já é uma pista onde estar no limite e o pneu funcionar é difícil. Estando um pouquinho abaixo não funcionava mesmo e a gente viu essa diferença toda por causa disso. A corrida foi um desastre, como tinha grande de ser olhando o fim de semana todo. - afirmou o ferrarista.