icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/02/2015
09:26

Volante do Barcelona e amigo de Lionel Messi, Javier Mascherano condenou o alarde feito em torno da festa do 30º aniversário do português Cristiano Ronaldo, no sábado, logo após a goleada sofrida pelo Real Madrid para o Atlético, no Vicente Calderón. Para o argentino, esse é o lado perverso que os profissionais do futebol estão sujeitos.

- Cada um vive como quer, não sou ninguém para opinar sobre a vida dos outros. Também somos pessoas. Por vezes, o fato de sermos profissionais e estarmos no centro de um sistema midiático nos obriga a ter cuidado com muitas coisas. Mas não nos podemos esquecer que somos pessoas e temos direito a viver a nossa vida de forma privada - disse o jogador, à "Rac 1".

Cristiano Ronaldo convidou os companheiros de Real Madrid para seu aniversário de 30 anos, mas só metade do elenco compareceu. Os espanhóis não estiveram presentes e há rumores de que o time esteja rachado.