icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/07/2014
13:58

O volante Mascherano reclamou das críticas feitas ao seu companheiro de Barcelona e da seleção argentina, o atacante Messi. O meio-campista disse que tais críticas são injustas.

- Essas críticas me doem, porque são injustas. Sem Leo, não teríamos jogado a final da Copa do Mundo - assegurou Mascherano em coletiva de imprensa concedida em sua cidade natal, San Lorenzo, nas cercanias de Rosário.

Mascherano, que saiu do Mundial com o conceito ainda mais alto entre a torcida argentina, disse que gostaria de ver a continuidade de Alejandro Sabella no comando da seleção.

- Gostaria que seguisse com o seu projeto, que não fique só nisso. Alejandro manteve a sua liderança, foi um exemplo de capacidade e honestidade nestes quase três anos - afirmou.

O volante disse ainda que sua gratidão com Sabella será por toda a vida.

- Alejandro me devolveu a vontade de jogar pela seleção, desde os seus fundamentos de trabalho e convicções. Ele me convenceu de que ia ser importante, e lhe vou agradecer por toda a vida.