icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/04/2014
20:01

Depois de quatro jogos, a torcida do Goiás já perdeu a paciência com o meia Carlos Alberto. O jogador entrou no decorrer do clássico contra o Atlético-GO, neste domingo, pela primeira partida da final do Goiano, e foi alvo de vaias no Serra Dourada.

O técnico Claudinei Oliveira foi solidário com Carlos Alberto, contratado após ficar um tempo inativo no Vasco, em decorrência de um processo por doping.

- A torcida tomou a decisão de vaiá-lo hoje, não podemos fazer nada. Ele entrou em uma posição que não é a natural dele, tendo que jogar mais à frente, e isso pode ter prejudicado o rendimento dele em campo e, por isso, a torcida perdeu a paciência - comentou o treinador, que ainda acrescentou:

- É um jogador de qualidade indiscutível e que tem muita iniciativa em campo. É um jogador experiente. Estamos dando as oportunidades para ele ir jogando e evoluindo. Ainda é cedo para fazer um julgamento, o jogador tem que jogar. Mas todos sabemos do que ele é capaz e por isso é cobrado, vamos dar tempo.