icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2013
15:36

Contratado para ser o novo técnico do Barcelona, o argentino Gerardo Martino revela de onde surgiu o seu nome na mesa do clube catalão. De acordo com Tata, tudo surgiu na casa de Horacio Cartes, futuro presidente do Paraguai. O treinador se destacou ao comandar a seleção guarani, ainda antes de comandar o Newell's Old Boys.

- Tudo isto se origina com o presidente eleito do Paraguai, Hoarcio Cartes. Conheci o presidente do Barcelona (Sandro Rosell) em sua casa, jantamos e conversamos - começou Tata em entrevista à emissora TN, da Argentina:

- Eu não era a única opção para o Barcelona. Mas Rosell me colocou em contato com Andoni Zubizarreta (diretor esportivo do Barcelona).

Martino ainda confirmou que chegou a ter propostas de outros clubes da Espanha, mas que achou melhor não ir, na altura.

- Poderia ter ido para a Real Sociedad. Mas por questões de calendário, não pude ir. Era o mais lógico para começar a minha carreira europeia - concluiu Tata.

Contratado para ser o novo técnico do Barcelona, o argentino Gerardo Martino revela de onde surgiu o seu nome na mesa do clube catalão. De acordo com Tata, tudo surgiu na casa de Horacio Cartes, futuro presidente do Paraguai. O treinador se destacou ao comandar a seleção guarani, ainda antes de comandar o Newell's Old Boys.

- Tudo isto se origina com o presidente eleito do Paraguai, Hoarcio Cartes. Conheci o presidente do Barcelona (Sandro Rosell) em sua casa, jantamos e conversamos - começou Tata em entrevista à emissora TN, da Argentina:

- Eu não era a única opção para o Barcelona. Mas Rosell me colocou em contato com Andoni Zubizarreta (diretor esportivo do Barcelona).

Martino ainda confirmou que chegou a ter propostas de outros clubes da Espanha, mas que achou melhor não ir, na altura.

- Poderia ter ido para a Real Sociedad. Mas por questões de calendário, não pude ir. Era o mais lógico para começar a minha carreira europeia - concluiu Tata.