icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
03/11/2014
17:13

As campeãs mundiais de vela na classe 49erFX Martine Grael e Kahena Kunze já estão em Palma de Mallorca, na Espanha, onde participam nesta terça-feira da cerimônia promovida pela Federação Internacional de Vela (ISAF) para premiar os destaques da modalidade na temporada. As brasileiras concorrem ao prêmio de melhores velejadoras do mundo em 2014 com a kitesurfista inglesa Steph Bridge e a windsurfista francesa Charline Picon.

A expectativa para o resultado é grande, mas não tira a tranquilidade das velejadoras brasileiras, que aos 23 anos vivem um momento mágico na carreira e já são apontadas por muitos como grande esperança de medalha para o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016.

- Claro que ficaremos felizes se o prêmio vier, mas só o fato de estar concorrendo entre os finalistas com grandes nomes do nosso esporte já é uma honra para a gente e nos deixa muito felizes. Esse reconhecimento do nosso trabalho é muito gratificante - destaca Kahena Kunze.

Em 2014, Martine e Kahena reinaram absolutas na classe 49erFX e conquistaram nada menos do que seis títulos. Além do Mundial, as brasileiras também venceram as etapas de Hyères e Mallorca da Copa do Mundo de Vela da ISAF, a Semana Olímpica de Garda Trentino, a Copa Brasil de Vela e a medalha de ouro no Aquece Rio International Sailing Regatta, evento teste para os Jogos Olímpicos, em agosto, no Rio. Além disso, foram vice-campeãs dos campeonatos norte-americano e europeu e ficaram em quarto lugar na etapa de Miami da Copa do Mundo de Vela.

A dupla lidera o ranking mundial da classe desde novembro do ano passado. Mas para Martine Grael, mais do que pensar em prêmios, o momento é de curtir a grande fase.

- Queremos mesmo é aproveitar e curtir a cerimônia. O prêmio é bem-vindo, mas para a gente estar participando desse evento já é uma conquista. Estamos torcendo muito, mas a sensação é de dever cumprido independentemente do resultado final - disse Martine.