icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/12/2013
17:06

Nesta quinta-feira, o técnico Marcelo Martellote, em entrevista coletiva, deu indícios de que não deve permanecer no Náutico em 2014. O treinador afirmou que sua permanência nos Aflitos é difícil, e não por falta de vontade da parte dele. Martellote disse "que apesar das dificuldades, gostou muito de trabalhar no Timbu" e vê a sequência de maus resultados como fator para influenciar sua saída do clube.  

- No futebol, existe uma dinâmica que está muito relacionada aos resultados. Esse foi um campeonato muito desgastante. Quando se faz uma campanha tão abaixo, a avaliação é destorcida. Quem viu nosso desempenho, sabe que é difícil falar em qualidade e em permanência. E vale para mim e para os jogadores. Vou fazer o relatório que eu tenho que fazer, vou ter uma conversa com a diretoria. Houve um desgaste grande e sinto que há uma dificuldade para que eu permaneça para 2014 e acho que isso seja natural - afirmou o comandante.

Quando questionado se teria se arrependido de ter assumido o clube em má fase, o treinador é categórico.

- Não costumo me arrepender das decisões. Não me arrependo de ter assumido o clube. Lógico que teve um desgaste quando você passa por dificuldades, mas entendo que, até por eu estar iniciando a minha carreira, serve por experiência, que lógico esperamos que não se repita novamente - disse.