icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/03/2014
16:07

Quando entrar no octógono da maior organização do mundo neste domingo, em Natal (RN), pelo UFC Fight Night 39, o carioca Thiago Marreta terá a missão de recuperar-se da derrota para Cezar Mutante no UFC 163 - disputado em agosto de 2013 - e mostrar que tem condições de alcançar vida longa dentro do evento. Com um cartel de oito vitórias e duas derrotas, o lutador, que ganhou notoriedade por sua participação na segunda edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil, encara o compatriota Ronny Markes, em combate válido pelos pesos médios (até 84kg).

Aos 30 anos, o atleta aposta em sua preparação, que foi dividida entre o Brasil e os Estados Unidos, para retomar o caminho do sucesso e comprovar sua qualidade, já demonstrada em suas atuações dentro do país. Após conseguir um início arrasador de sete vitórias consecutivas na carreira, Marreta vai em busca de seu primeiro resultado positivo na organização norte-americana.

- Meu camp de treinamento para essa luta foi muito bem planejado e executado. Dividi meus trabalhos entre a TFT (Tatá Fight Team), no Brasil, e a ATT (American Top Team), nos Estados Unidos, e acho que estou pronto para me apresentar da melhor maneira possível. A ajuda da minha equipe será primordial para que eu possa me apresentar bem e sair de lá com o braço levantado - disse.

Apesar de confiar na qualidade de seu camp, Marreta tem ciência da pedreira que enfrentará no Nordeste. Ronny Markes, adversário da vez, está no UFC desde 2011 e conta com uma sólida carreira, acumulando um total de 14 vitórias e apenas duas derrotas. Confiante, ele parece ter a chave para sair vitorioso de mais essa batalha.

- É um adversário complicado que tem boas qualidades, mas tenho certeza que estarei pronto para mais esta guerra. Onde a luta se desenrolar estarei disposto a dar o meu máximo, seja no alto ou no chão. Estou buscando muito essa vitória, acho que será a primeira de muitas dentro do UFC. Quero voltar e vencer e engatar uma boa sequência de resultados dentro da organização. É um sonho que pretendo realizar - avaliou

Feliz com a oportunidade de lutar novamente em território brasileiro, Thiago Marreta confia que a energia positiva da torcida pode lhe dar um ânimo extra para superar o nono oponente em sua trajetória profissional.

Marreta foi derrotado por Mutante em agosto passado (FOTO: Divulgação)

- Fico satisfeito com a chance de lutar em um evento tão importante e novamente dentro do meu país. É uma emoção sempre especial e acho que isso motiva ainda mais os lutadores no momento de entrar dentro do octógono, é diferente. Apesar de lutar contra um compatriota, espero contar com o apoio da galera. Esse é um ano fundamental, quero vencer, convencer e mostrar que tenho muito valor. Esse será meu ano de consolidação dentro do UFC - concluiu.

Natural do Rio de Janeiro, Thiago Marreta iniciou sua carreira no MMA profissional em 2010. Ex-paraquedista (serviu ao exército entre 2003 e 2010), ele teve uma ótima sequência de oito vitórias e uma derrota antes de entrar na casa do TUF Brasil II. Com a boa participação dentro do reality show, ganhou o direito de estrear no UFC 163 contra Cezar Mutante, em agosto de 2013.