icons.title signature.placeholder RADAR / LANCEPRESS!
10/11/2014
12:43

Ídolo do Atlético-MG nas décadas de 1990 e 2000, o ex-jogador Marques lamentou, em entrevista à ESPN, a maneira como Cruzeiro e Galo definiram a cota de torcedores para os dois jogos das finais da Copa do Brasil. De acordo com ele, a força do clássico exige as arquibancadas divididas:

- É jogo para Mineirão dividido, meio a meio. Acho uma pena para o futebol um jogo acontecer com torcida única ou 10% para visitantes. Privar metade de Minas de não estar na final é uma tremenda crueldade com o futebol mineiro.

Marques afirmou que os atleticanos têm um trunfo para superar os maiores rivais regionais na decisão da Copa do Brasil:

- Creio que o Cruzeiro terá mais dificuldade de jogar no Independência do que o Atlético-MG jogar no Mineirão. Mas o que posso dizer é que este será "o jogo". Imperdível!

As duas equipes iniciam o embate final da Copa do Brasil na próxima quarta-feira, às 22h, no Independência.