icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/11/2014
07:41

A zaga foi o grande problema do Fluminense neste ano. Era o que falava a maioria dos torcedores. Entretanto, esta questão ficou no passado. Com a nova dupla defensiva titular, formada pelo jovem zagueiro Marlon e o recém-contratado Guilherme Mattis, o time não só melhorou o desempenho, como também sofreu poucos gols e conquistou apenas vitórias. Nova realidade que transmite confiança ao time e tricolores de que o Flu caminha com passos firmes rumo à vaga na Libertadores.

Juntos, Marlon e Mattis atuaram em quatro partidas. Foram quatro vitórias com exibições sólidas de ambos os jogadores e quatro gols sofridos. Mais do que a frieza dos números, o time não sofreu grandes sustos. Mostrou uma boa solidez defensiva. Com humildade, Guilherme Mattis falou sobre esta ótima fase e dividiu os elogios com os demais companheiros:

– Acho que é mérito de toda equipe. Nenhum jogador vence sozinho. É uma sequência de posicionamentos e momentos na partida, coisa de segundos, que podem definir um jogo. Todos que estão aqui são grandes jogadores e isso ajuda bastante no entrosamento rápido.

Já Marlon elogiou bastante o companheiro de posição aproveitando para ressaltar que a sintonia entre os dois ocorreu de uma forma bastante natural:

– É uma coisa natural (o entrosamento) porque ele é um baita jogador. O entrosamento fica mais fácil, como aconteceu com o Gum, Elivélton, jogadores que dividi a zaga antes. Fico feliz de o resultado estar sendo positivo.

A maior preocupação para o torcedor é que Marlon e Mattis estão pendurados. Dessa forma, é torcer para que a dupla não leve amarelos e jogue as “próximas decisões”.