icons.title signature.placeholder João Matheus Ferreira
05/02/2015
14:00

O torcedor do Vasco que for a São Januário, nesta noite, pode até encontrar mudanças no estádio (veja ao abaixo), mas, pelo menos por enquanto, não há previsão para o novo programa de sócios. O departamento de marketing ainda analisa propostas e planeja medidas que serão adotadas. Não há pressa e o objetivo principal é atrair torcedores não apenas do Rio, mas de todo o país.

Há dois meses no cargo, o vice de marketing, Marco Antonio Monteiro, prefere não dar um prazo para a criação do novo programa, mas já adianta que haverá uma atenção especial para os vascaínos de fora do Rio. Seja com programa de vantagens, descontos em produtos, ou presentes por fidelidade, a ideia é atrair estes torcedores mais distantes.

- Precisamos de um tempo de maturação para lançar um projeto bem feito e que atinja os sócios do Rio e de fora, pois o Vasco é um time nacional, tem torcida no Brasil inteiro. Todas as empresas viabilizam a parte operacional em 90 dias, mas não temos como precisar o tempo. O importante é lançar um programa bem feito - comentou, em entrevista exclusiva ao L!Net.

Outra estratégia é valorizar muito São Januário. Por ser o único clube grande do Rio com estádio próprio, o Vasco tem enorme liberdade para montar o programa e moldá-lo da maneira que quiser. Ainda não se sabe como será a divisão entre sócios proprietários, que historicamente ficam nas cadeiras sociais, e os sócios torcedores.

- Temos um número expressivo de sócios proprietários (cerca de 25 mil). E o sócio do Vasco sempre foi muito do futebol, de frequentar a social. Vamos avaliar como vai ser essa divisão - explicou Monteiro.

Para o jogo desta quinta, os sócios pagam R$ 15 na cadeira social e ainda podem levar três acompanhantes desembolsando o mesmo valor. Na arquibancada, o preço do bilhete também é de R$ 15, sem diferença para quem paga meia ou inteira.

MUDANÇAS EM SÃO JANUÁRIO

Extensão da social - A cadeira social foi estendida até o antigo setor vip. Assim, ganhou mais sete mil lugares que serão comercializados sempre pelo mesmo preço da parte tradicional da social.

Novas entradas - A cadeira social passa a ter três acessos, e não mais apenas o portão principal de entrada ao estádio. Agora, o acesso também pode ser feito pelas duas laterais do setor.

Campo fica maior - Em 2014, a dimensão do gramado de São Januário volta a ser de 110 x 75 metros. Como o estádio foi entregue à Fifa para treinos de seleções na Copa, ficou com 105 x 68 metros de julho até dezembro de 2014.

Nova distribuidora - Desde o jogo do Botafogo, no último sábado, a BWA passou a comercializar os ingressos de São Januário. A Ingresso Fácil deixou o clube em dezembro.