icons.title signature.placeholder Bruno Andrade
12/12/2013
08:10

A briga entre torcedores organizados de Atlético-PR e Vasco, no último domingo, na Arena Joinville, trouxe um enorme prejuízo ao projeto de marketing da prefeitura da cidade catarinense para atrair a seleção e os turistas da Rússia durante a realização da Copa do Mundo de 2014.

Na última sexta-feira, assim que o sorteio de grupos do Mundial definiu que a Rússia jogaria em Curitiba, na Arena da Baixada, contra a Argélia, em 26 de julho, os responsáveis pelo departamento de publicidade aceleraram o planejamento para mostrar aos russos as principais pontos turísticos da cidade, entre eles, a Escola do Teatro Bolshoi, a única filial da famosa Escola do Bolshoi fora da Rússia. A capital paranaense fica a cerca de 100km de distância de Joinville.

Dois dias depois, tudo foi por água abaixo. As cenas de violência vistas nas arquibancadas da Arena Joinville durante a partida entre Atlético-PR e Vasco rodaram o mundo. Para ter a noção exata da negativa repercussão, a Secretaria de Comunicação fez um levantamento do que foi publicado fora do Brasil. Resultado: um dossiê com mais de mil páginas com matérias dos mais diversos sites e jornais.

– A cidade foi prejudica pelas cenas de barbárie protagonizadas na Arena. Arranharam a nossa imagem, a repercussão negativa foi enorme. As imagens da briga que repercutiram no mundo trouxeram e ainda vão trazer prejuízo para nós. Antes, nós tínhamos um plano de marketing para atrair os russos. Agora, vamos ter de fazer um plano de marketing para mostrar que Joinville é uma cidade segura, tranquila e com um índice baixíssimo de violência – declarou o secretário de comunicação Marco Aurélio Braga, por telefone, ao LANCE!Net.

A missão de convencer os turistas é árdua, mas não impossível. Ao menos, essa é a expectativa da população da cidade catarinense.

– Vamos mostrar a verdadeira cara de Joinville – afirmou Marco.


Briga de torcedores arranhou a imagem de Joinville fora do país (Foto: LANCE!Press)

Aluguel da Arena Joinville vai aumentar

Responsável pela Arena Joinville, a Fundação Municipal de Esportes Lazer e Eventos de Joinville (Felej) pretende aumentar o valor do aluguel do estádio a partir de janeiro de 2014. Inicialmente, o preço pedido aos clubes interessados era de R$ 9 mil por partida. Mas, para o confronto entre Atlético-PR e Vasco, no último domingo, válido pela última rodada do Brasileirão – vitória do time carioca por 5 a 1 –, o montante subiu para R$ 25 mil.

Por causa da briga entre torcedores atleticanos e vascaínos, que repercutiu no mundo inteiro e arranhou a imagem da cidade catarinense, a ideia do prefeito Udo Döhler é aumentar ainda mais o preço do aluguel. O novo valor não foi divulgado.

Além do aluguel elevado, a ideia da prefeitura é liberar o estádio somente se a segurança interna seja realizada pela Polícia Militar. Apesar das cenas de violência vistas no domingo, a estrutura da Arena foi pouco danificada: um portão deslocado, saboneteiras de banheiro quebradas e uma mesa da lanchonetes destruída.