icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/12/2013
10:47

Terceiro colocado no Campeonato da Fórmula 1 este ano, Mark Webber não faz mais parte da categoria oficialmente. A sua equipe na F-1, a Red Bull, liberou o piloto australiano e permitiu que ele já fizesse os primeiros testes na Porsche, equipe com a qual vai disputar no próximo ano o Mundial de Endurance, competição de carros de turismo e esportivos.

Após 12 anos correndo na Fórmula 1, Webber, de 37 anos, realizou esta semana, no Autódromo Internacional do Algarve, em Portugal, testes com o carro que a Porsche utilizará na divisão LMP1 do Mundial de Endurance.

Inicialmente, o australiano poderia praticar com a Porsche apenas em 2014, uma vez que ainda possui contrato na F-1 até o fim do ano. A Red Bull, porém, antecipou a liberação do piloto, que exaltou seus primeiros passos com a Porsche.

- Meu primeiro dia neste porjeto fascinante foi de intensas experiências para mim. É um passo importante para todos nós. Permite que eu me integre com a equipe e contribua no desenvolvimento do carro LMP1 - analisou Webber.

O piloto australiano é um dos quatro já confirmados pela Porsche para compartilhar os dois carros da equipe na temporada - ao todo, serão seis pilotos, sendo três em cada carro. Além de Webber, o alemão Timo Bernhard, o francês Romain Dumas e o suíço Neel Jani são os outros assegurados na equipe.

Os outros dois pilotos da equipe ainda são esperados, mas podem ser confirmados já neste fim de semana.

Em 2013, o título do Mundial de Endurance na classe LMP1, composto por oito etapas, ficou com a equipe Audi, que venceu com os pilotos Allan McNish, Tom Kristensen e Loic Duval.