icons.title signature.placeholder Carlos Alberto Vieira
11/07/2014
14:13

Na saída da reunião do Comitê Executivo da Fifa, realizado no Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, José Maria Marin, presidente da CBF, disse que irá começar a tratar do futuro da comissão técnica da Seleção Brasileira logo após o término da competição.

- O Mundial ainda não terminou, por isso vou aguardar o seu final para começar a tratar desse assunto (a nova comissão técnica). Não existe um prazo, uma data, mas isso começará a ser discutido logo após a decisão - disse Marin.

Perguntado se o escândalo dos ingressos foi um dos assuntos tratados na reunião, o presidente disse que não. E comentou:

- Isso diz respeito à Fifa. Compete a ela não a mim ou a CBF apurar e já existe um órgão competente da Fifa analisando o caso.

O fracasso de um não impediu o êxito de outro. É assim que o presidente da CBF pensa em relação à Copa do Mundo. Independentemente da campanha da Seleção Brasileira, o mandatário disse que a realização do Mundial no Brasil foi e tem sido excepcional, o que foi comprovado pelo caminhão de elogios que foram feitos durante a reunião do comitê executivo.

- Não há dúvidas. Foi indiscutível. A Copa do Mundo no Brasil é um sucesso absoluto e isso foi confirmado nesta reunião - concluiu.





E MAIS:
> Tite sabe que está cotado na Seleção, mas não vai esperar e está aberto a propostas
> Felipão dedica tempo à defesa e Jô pode ganhar chance no ataque
> 'Inimigo' que resta na Copa do Mundo, holandês só encarou Felipão uma vez

Para encerrar a sua participação na Copa do Mundo, o Brasil enfrenta a Holanda neste sábado, às 17h, no Mané Garrincha (DF). O vencedor do duelo ficará com a terceira posição do Mundial.