icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
16:06

Ausente apenas no último jogo da final de 2013, Marcos Rocha segue como um dos principais jogadores do Atlético-MG, também na atual temporada. Mesmo aos 25 anos, o lateral já figura entre os melhores jogadores em sua posição dentro do futebol brasileiro. Com uma experiência de uma Libertadores na carreira, Marcos Rocha avaliou o atual momento do Galo no torneio que ele acredita estar ainda mais equilibrado.

- Esse ano está mais equilibrado, todos os grupos mais parelhos, com várias equipes com chances de classificação. No nosso grupo, conseguimos essa pequena gordurinha, mas não podemos cochilar, são dois jogos para decidir nosso futuro - disse o jogador, referindo-se aos dois jogos restantes na fase de grupos. O primeiro deles é contra o Santa Fé, nesta quinta-feira, às 23h, em Bogotá.

MAIS:
> Apesar do pouco tempo, Guilherme crê em bom entrosamento com R10
> Lucas Cândido passa por cirurgia após lesão grave ainda em fevereiro

L!TV:
> Tardelli convoca torcida do Atlético-MG para jogo com Santa Fé

- Será um jogo importante, na primeira partida eles vieram para catimbar. Agora vai ser diferente, vão ter que sair para o jogo. Por isso temos que estar bem postados, consciente, na hora de defender e atacar para sair com a classificação - acrescentou o lateral, que não quer jogar apenas pelo empate. O pensamento é vencer, voltar com a liderança do grupo garantida e ainda lutar pelo primeiro lugar geral.

- Pensamos em vencer, não vamos para empatar, mas vamos jogar com consciência. Eles vão vir para cima, na pressão, mas teremos cuidado para não sofrer gol. Estamos focados para conseguir a classificação - concluiu.