icons.title signature.placeholder Lucas Bachião Silveira
11/04/2014
15:13

O Guarani anunciou, na manhã desta sexta-feira, a saída do técnico Márcio Fernandes. O treinador do Bugre pediu desligamento do clube e não comanda mais o time campineiro nesta temporada. Além do desligamento de Fernandes, os seus auxiliares Marcinho Fernandes e Omar Cury e o preparador físico Jayme Ferreira, também não fazem mais parte do plano do clube.

O fracasso na Série A2 do Paulista e da Copa do Brasil culminou na demissão do técnico. O treinador conquistou o acesso para à elite do Estadual em 2011 com o Comercial de Ribeirão Preto. Ele também participou do acesso do Red Bull Brasil para à Serie A2 em 2010. Aposta do presidente Álvaro Negrão, Fernandes não conseguiu repetir o mesmo sucesso pelo Bugre e lamentou o fracasso no Campeonato Paulista.

- Agradeço o Guarani pela oportunidade e ficarei na torcida para que o clube concretize sua reestruturação. Quem acompanhou o dia a dia, viu o esforço da diretoria e da comissão técnica para concretizar o sonho do acesso, mas infelizmente os resultados não vieram como esperávamos – disse, em entrevista ao site oficial do clube.

O mandatário do Alviverde Campineiro declarou que o Bugre, já está em busca de um novo treinador, mas não quis revelar nomes. Ele fez questão de agradecer o trabalho de Fernandes à frente do clube e destacou o profissionalismo do ex-comandante bugrino.

-A capacidade do Márcio é incontestável. Não tivemos o desfecho que planejávamos nas competições que disputamos, mas vimos o empenho dele e sua comissão para obter o máximo dos atletas. É um profissional que deixa o Guarani com as portas abertas – finalizou Negrão.

Com a saída do técnico, o treinador Carlinhos do sub-20, assume o clube interinamente na partida deste sábado diante do Rio Branco, pela última rodada do Campeonato Paulista. O duelo está agendado para às 10 horas, em Paulínia.