icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/06/2014
18:00

A exemplo do que ocorreu durante a Copa das Confederações, o clima brasileiro voltou a ser tema de debate após a vitória italiana sobre a Inglaterra, no último sábado. Os jogadores da Azzurra criticaram a temperatura elevada, que variou de 27 a 31 graus Celsius, mesmo com a partida tendo sido iniciada às 19h.

- O importante era ter um bom começo, principalmente em um dia em que jogar futebol era complicado. Às vezes parecia que o calor dava alucinações - afirmou Marchisio. autor do primeiro gol.

Mario Balotelli, o polêmico atacante e autor do gol da vitória, não divergiu do companheiro, mas mostrou otimismo quanto às próximas partidas.

- Em Manaus, as condições climáticas são extremas. Em Recife ou em outro lugar, não será tão quente assim. Caso contrário, teríamos que fazer paradas técnicas em todos os jogos. A partida foi difícil pelo calor e porque a Inglaterra é um grande time - disse o astro do Milan e da Azzurra.

Por fim, o técnico Cesare Prandelli reforçou o apelo de Balotelli por paradas técnicas em jogos com temperaturas elevadas e elogiou outro tipo de "clima" de Manaus: o que foi criado pela torcida para receber os italianos.

- Absurdo não é jogar em Manaus, é não ter parada técnica. Tivemos uma recepção ótima e devo agradecer a todos que ajudaram nosso time. Foi um clima lindo. Se estamos falando de espetáculo, é necessário que o time tenha capacidade de responder ao esforço físico. Vimos que às vezes os jogadores encontraram dificuldades - avaliou.

No lado da Inglaterra, Steven Gerrard foi pontual ao citar a umidade, fator climático ainda mais crucial que o próprio calor. Além disso, fez críticas ao estado do gramado, adotando o discurso reproduzido pela imprensa inglesa.

- Jogar contra a Itália é sempre difícil. Estava muito calor, úmido demais e o campo não estava muito bom. Mas culpar isso seria arrumar desculpas pela derrota.

Nesta sequência, o English Team e a Azzurra seguem para lugares com clima, teoricamente, mais ameno. Os italianos jogam em Recife, na contra Costa Rica, no próximo dia 20. Já os ingleses enfrentam o Uruguai na próxima quinta-feira, em São Paulo, no Itaquerão.

Gerrard fez as críticas pelo lado inglês. Condição do gramado também não foi poupada (Foto: AFP)