icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
13/11/2014
11:15

A falta de tempo para treinar a sua equipe, fato que incomoda os principais clubes do país, tornou-se uma justificativa para os recentes tropeços do Cruzeiro. Já virou rotina, a cada empate ou derrota do atual campeão nacional, Marcelo Oliveira tenta explicar os erros e utiliza o pouco período de trabalho como a principal razão.

Após o resultado negativo para o Atlético-MG no primeiro jogo da decisão da Copa do Brasil, o comandante disse que a sua equipe é ‘mal treinada’ e justificou o segundo gol do arquirrival com a falta de atividades específicas na Toca da Raposa 2.

– Com esse calendário desumano, os jogadores ficam cansados. Tenho falado após vitórias e o Cruzeiro está muito bem, porque é o primeiro do Campeonato Brasileiro, mas estava olhando com o preparador físico... Em quatro meses e meio, jogamos 28 jogos entre quarta e domingo. Então, o Cruzeiro é um time mal treinado. Sabíamos essa jogada de lateral, por exemplo, e não treinamos. De repente, alguns treinamentos poderiam nos proteger melhor – declarou o treinador, que ainda completou:

– O Atlético teve a oportunidade de jogar com os reservas e entraram com mais vigor físico no segundo tempo. Não quis analisar com os jogadores a questão técnica, por que ela foi tão baixa? Mas não muda nem uma vírgula. Tivemos um ano brilhante, um Campeonato Brasileiro muito bom. Foi difícil modificar.