icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
21/11/2014
00:59

As duas mãos estão na taça do Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro, após a vitória de virada, por 2 a 1, sobre o Grêmio, na Arena, está muito próximo de confirmar o bicampeonato nacional no domingo, contra o Goiás, no Mineirão. O time mineiro não precisa nem ganhar, desde que o São Paulo não vença o Santos no clássico. O técnico Marcelo Oliveira pede equilíbrio neste momento de decisão.

Uma goleada acachapante foi utilizada pelo comandante dos mineiros para pedir atenção contra o Esmeraldino. O 4 a 1 da Chapecoense sobre o Fluminense, nesta quinta-feira, no Maracanã, é uma espécie de exemplo para que o Cruzeiro não terá vida fácil e não pode relaxar.

- Profissionalmente, precisamos estar equilibrados, mobilizar para o jogo com o Goiás. Vem uma onda externa de que é algo fácil. Mas vocês viram o resultado do Fluminense hoje. Estamos muito próximos de uma conquista importante, em dois anos consecutivos. Mas temos que estar atentos ao descanso e à mobilização para fazer um grande jogo. O Goiás é uma equipe que merece respeito. Vamos fortes para comemorar no Mineirão - disse Marcelo Oliveira.

O líder do Brasileirão não precisa nem vencer para ser campeão na próxima rodada. Se perder para o Goiás, mas o São Paulo não ganhar do Santos, fica com a taça na frente de sua torcida. E decide na quarta-feira o título da Copa do Brasil contra o rival Atlético-MG, após sair em desvantagem no primeiro jogo, com derrota de 2 a 0.