icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
13/11/2014
11:28

Egídio não entrou em campo diante do Atlético-MG, nessa quarta-feira, pela partida de ida da final da Copa do Brasil, no Estádio Independência. Coincidentemente, o primeiro gol do mandante na derrota do Cruzeiro, por 2 a 0, saiu em uma falha de marcação no setor ocupado por Samudio, seu substituto imediato.

No lance que culminou no gol anotado por Luan, o lateral-esquerdo paraguaio deu brecha para Marcos Rocha acertar o cruzamento. O erro não foi comentado por Marcelo Oliveira, que preferiu atribuir a derrota ao coletivo. O treinador, no entanto, explicou a ausência do titular da posição.

– O Egídio tomou uma pancada no último jogo e teve que sair. Ainda sente um pouco. Ele ficou fora por precaução. Podia ser que, por uma necessidade absoluta, ele entrasse, mas a recomendação era que ele pudesse se preparar para o próximo jogo se não houvesse necessidade – disse.

No jogo deste domingo, diante do Santos, na Vila Belmiro, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro, Egídio deve retomar a condição de titular da equipe. Recuperado de pancada no quadril, o lateral-esquerdo formará a defesa ao lado dos atletas que enfrentaram o Atlético.