icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/11/2014
21:26

Em clima de "Feliz 2015", Atlético-PR e Goiás se enfrentaram, neste domingo, na Arena da Baixada em confronto válido pela 37ª rodada do Brasileirão. Quem se deu melhor foi o Furacão. Com gol de Marcelo, a equipe paranaense chegou aos 53 pontos e, agora, ocupa a oitava colocação. Os goianos permanecem com os mesmos 44 pontos, ocupando a 13ª posição.

PRIMEIRO TEMPO DE POUCAS EMOÇÕES

Aos dez minutos, o Goiás assustou. Após cruzamento, Amaral subiu e obrigou Wewerton a realizar boa defesa. A partir dos 15, o jogo, que até então apresentava equipes muito lentas e sem objetividade, melhorou. Aos 19, Dellatorre recebeu bom passe, no setor esquedo da grande área, dominou e bateu com efeito. A bola saiu à esquerda de Renan, com muito perigo. Cinco minutos mais tarde, Marcelo, em velocidade, foi acionado, chegou frente à frente com o goleiro do Esmeraldino. No entanto, Renan fechou o ângulo e evitou o gol.

Aos 30, Marcelo fez Renan trabalhar mais uma vez. O atacante chutou de fora da área, mas o arqueiro, seguro, caiu e fez a intervenção. Pouco criativo e com seus atacantes isolados, o Goiás só respondeu aos 38. Thiago Mendes conduziu a bola e finalizou da intermediária. Entretanto, o chute passou longe da meta de Wewerton. No fim da primeira etapa, o Furacão chegou novamente com perigo. Natanael se apresentou bem ao ataque e soltou a bomba. Renan só acompanhou a bola viajar pela linha de fundo.

ATLÉTICO-PR MELHORA E ABRE O PLACAR

Na segunda etapa, o Furacão continuou melhor na partida, mas com dificuldades para finalizar. Aos 10, Delatorre teve mais uma chance de tirar o zero do placar. Após cruzamento na área, o atacante cabeceou com muito perigo, à direita da meta alviverde. Sem espaços para penetrar na defesa esmeraldina, o Rubro-Negro insistia nos chutes de longa distância. Em um deles, aos 15, Hernani arriscou e isolou.

Entretanto, aos 16', os paranaenses conseguiram encontrar uma brecha na defesa goiana. Natanael lançou Marcelo, que dominou, encheu o pé e tirou o zero do placar. Os mandantes continuaram assustando. Aos 25, após cruzamento rasteiro da linha de fundo, Marcelo completou para o gol na pequena área, mas chutou rente à trave direita de Renan. Aos 32', após bola espirrada, Tiago Real tirou em cima da linha o que seria o segundo gol do Furacão. Respondendo à pressão dos paranaenses, Esquerdinha pegou o rebote da zaga rubro-negra e bateu com força, obrigando Wewerton a fazer linda defesa. No fim, Jackson e Thiago Mendes foram expulsos, complicando a vida do Goiás.

Agora, o Esmeraldino enfrenta a Chapecoense, no Serra Dourada, no próximo domingo, encerrando sua participação no torneio. Já o Atlético-PR enfrenta o Palmeiras, no Allianz Parque, também no próximo domingo.

FICHA TÉCNICA










ATLÉTICO-PR: Weverton; Sueliton, Cleberson, Gustavo e Natanael; Paulinho Dias, Hernani e Bady (Nathan - 25'/2ºT); Dellatorre (Marcos Guilherme - 32'/2ºT), Marcelo (Douglas Coutinho - 38'/2ºT) e Cléo. Técnico: Claudinei Oliveira

GOIÁS: Renan; Tiago Real, Jackson, Pedro Henrique e Felipe Saturnino (Lima - 22'/2ºT); Amaral, David, Thiago Mendes e Ramon (Esquerdinha - Intervalo); Erik (Welinton Jr. - 24'/2ºT), Samuel. Técnico: Ricardo Drubscky.