icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/04/2014
19:12

Um ano após o atentado que matou três pessoas e deixou 264 feridas, a 118ª edição da Maratona de Boston será realizada nesta segunda-feira sob forte esquema de segurança. O local de chegada dos atletas está isolado desde a última terça, quando a tragédia fez aniversário.

A expectativa é de que o evento conte com mais de 3.500 policiais, o dobro em relação a 2013, além de 600 membros da guarda nacional e 3.500 agentes privados de segurança. Cães farojadores irão vasculhar o percursso da prova, e mochilas serão proibídas no entorno.

– Estamos muito vigilantes, muito bem preparados. Temos de assegurar às pessoas que será um dia de festa e um dia seguro – afirmou o governador do Massachusetts, Deval Patrick, em entrevista ao canal de televisão CBS.

Uma das provas mais tradicionais do atletismo mundial, a maratona acontece sempre na terceira segunda-feira de abril, em celebração ao Dia do Patriota, feriado no estado de Massachusetts.

Segundo as autoridades americanas, o atentado foi promovido por dois irmãos chechenos que viviam legalmente nos Estados Unidos. Um deles, Tamerlan Tsarnaev, de 26 anos, morreu no ano passado durante um confronto com a polícia. O outro, Dzhokhar Tsarnaev, de 19 anos, está preso e pode pegar prisão perpétua.

A única representante brasileira a correr em Boston este ano será Adriana Aparecida da Silva, campeã no Pan de Guadalajara, em 2011. Ao todo, são esperados 36.000 corredores de mais de 70 países.