icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2013
17:13

Com a suspensão de Marcelo Mattos, o volante Renato seguirá na equipe titular do Botafogo e fará dupla com Gabriel - que retorna ao time após suspensão do jogo contra o Grêmio -, diante do Náutico, sábado, às 18h30, em São Januário. Animado, o camisa 8 não vê problema em atuar ao lado de Gabriel, principalmente por já terem atuado juntos em outras oportunidades.

- Joguei com o Gabriel contra a Ponte, quando o Marcelo sentiu uma lesão. Quando atuo com o Marcelo, sempre conversamos para não ficarmos do mesmo lado. Gabriel é um jogador que também sai para o jogo e nós revezamos: enquanto um sai, o outro fica na cobertura. Pode mudar o companheiro, mas tem que ter conversa para ajeitar o posicionamento - disse Renato, em entrevista coletiva.

O jogador é mais um do elenco que acredita em um duelo complicado contra o Timbu. Mesmo enfrentando o lanterna do Brasileiro, Renato compara o confronto como se fosse uma final, pois sabe que cada ponto despediçado será valioso nas rodadas finais.

- Nós sabemos que será uma partida complicada, apesar da situação deles. A atenção tem que ser dobrada, como se fosse um clássico, uma final. Não podemos falhar, pois, se der bobeira, perde o jogo. Tivemos essa experiência no ano passado, quando perdemos pontos importantes no Engenhão. Temos que ter uma concentração muito grande para conquistarmos os três pontos e ficar no G4 - explicou o camisa 8.

Com a suspensão de Marcelo Mattos, o volante Renato seguirá na equipe titular do Botafogo e fará dupla com Gabriel - que retorna ao time após suspensão do jogo contra o Grêmio -, diante do Náutico, sábado, às 18h30, em São Januário. Animado, o camisa 8 não vê problema em atuar ao lado de Gabriel, principalmente por já terem atuado juntos em outras oportunidades.

- Joguei com o Gabriel contra a Ponte, quando o Marcelo sentiu uma lesão. Quando atuo com o Marcelo, sempre conversamos para não ficarmos do mesmo lado. Gabriel é um jogador que também sai para o jogo e nós revezamos: enquanto um sai, o outro fica na cobertura. Pode mudar o companheiro, mas tem que ter conversa para ajeitar o posicionamento - disse Renato, em entrevista coletiva.

O jogador é mais um do elenco que acredita em um duelo complicado contra o Timbu. Mesmo enfrentando o lanterna do Brasileiro, Renato compara o confronto como se fosse uma final, pois sabe que cada ponto despediçado será valioso nas rodadas finais.

- Nós sabemos que será uma partida complicada, apesar da situação deles. A atenção tem que ser dobrada, como se fosse um clássico, uma final. Não podemos falhar, pois, se der bobeira, perde o jogo. Tivemos essa experiência no ano passado, quando perdemos pontos importantes no Engenhão. Temos que ter uma concentração muito grande para conquistarmos os três pontos e ficar no G4 - explicou o camisa 8.