icons.title signature.placeholder Guilherme Cardoso
27/11/2014
08:28

Campeão paulista, apontado como um dos favoritos ao título do NBB pelos próprios adversários e finalista da Liga Sul-Americana. A temporada 2014/2015 do basquete brasileiro ainda não chegou na metade, mas o Bauru já desponta como a principal sensação. Afinal, nesta quinta-feira, diante do Mogi das Cruzes, às 21h30 (de Brasília), em casa, no Ginásio Panela de Pressão, a equipe já pode conquistar seu segundo título, o da competição continental. E de quebra se garantir na disputa da Liga das Américas.

Sétimo colocado na última edição do torneio nacional e terceiro no Sul-Americano de 2013, o Bauru manteve a base e ainda se reforçou. Chegaram os alas Alex e Robert Day, o ala-pivô Jefferson e o pivô Rafael Hettsheimeir. E a evolução tem sido percebida dentro de quadra.

– Já tínhamos uma equipe montada e trouxemos um complemento. O time vem sendo formado há sete anos. A chegada desses jogadores aumenta nossa capacidade individual. O desafio é se tornar uma equipe o mais rapidamente possível. Na defesa, tivemos avanço grande. Ainda falta ofensivamente – afirmou o técnico Guerrinha ao LANCE!Net.

A campanha na Liga Sul-Americana chega a impressionar. Nos sete jogos disputados até agora, foram sete vitórias. Na semifinal, diante do Malvin (URU), na última terça-feira, os bauruenses venceram por 103 a 57. Foi o jogo em que os uruguaios menos produziram no torneio. O bom desempenho impressionou até o próprio comandante do time.

– O resultado (impressionou), sim. Foram as equipes que até então tinham jogado melhor. O Malvin tinha sido consistente, com a melhor defesa e jogadores experientes. Estudamos eles durante uma semana e conseguimos tirar volume dos principais jogadores – disse Guerrinha.

Com a boa campanha e o fator casa, o Bauru entra em quadra diante do Mogi das Cruzes como favorito. E se mantiver o desempenho, vai ser difícil segurá-lo na temporada.

-------

BATE-BOLA - Guerrinha - Técnico do Bauru ao LANCE!Net

1 - É muito cedo, ou algo surreal, sonhar com a conquista de todos os títulos dessa temporada?
É real. Mas não é garantia de nada. Como o fato de jogarmos em casa a decisão nesta quinta-feira. Apesar do histórico e da forma como estamos trabalhando, isso não nos dá a condição de vitória. O triunfo tem de acontecer de fato. Assim como algumas outras equipes, acredito que temos condições de entrar no NBB e na Liga das Américas com chances de conquistar o titulo. Nosso momento atualmente é muito bom.

2 - No lançamento do NBB os adversários apontaram o Bauru como um dos favoritos. Como vê isso?
Credito isso ao nome dos jogadores e ao potencial que a gente tem. Perceberam que montangem do time foi bem feita. Com as chegadas do Alex, Jefferson Robert Day e Rafael Hettsheimeir, naturalmente passamos a ser um dos candidatos ao título. Somos uma das equipes, mas tem várias outras com condições. Tem de provar esse valor em quadra.
-------
NOVO BAURU

REFORÇOS
A base da temporada passada foi mantida, com o pivô Murilo e o armador Larry Taylor. Ainda trouxe os alas Alex (do Brasília) e Robert Day (de Uberlândia), o ala-pivô Jefferson (São José), além do pivô Rafael Hettsheimeir.

TÍTULOS
Nesta temporada, o Bauru já levou o título paulista ao bater o Limeira (tinha sido campeão em 2013 também). Hoje, luta pela taça da Liga Sul-Americana para ir à Liga das Américas. No NBB, em quatro jogos, venceu três.