icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/03/2014
11:07

O técnico corintiano Mano Menezes disse ao programa Bem Amigos, do SporTV, que sabia exatamente o que estava falando quando se referiu a uma possível possível falta de interesse do São Paulo de vencer durante o jogo contra o Ituano, em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Paulista de 2014. Na ocasião, o Tricolor Paulista perdeu o jogo por 1 a 0, enquanto o Timão empatava com o Penapolense. Com os resultados, o time alvinegro não se classificou para a fase seguinte da competição.

- Quando termina um jogo como aquele, você fica alguns minutos dentro do vestiário, fala com seus assessores de imprensa e não vai para uma entrevista coletiva sem ter se preparado para ela. Quando alguém fala o que falei, tem a noção exata das consequências. Talvez tenha a noção clara porque sei exatamente o que falei na íntegra. Vocês têm acesso somente a uma parte. Quando inicio uma entrevista dizendo "quero deixar bem claro que a responsabilidade pela não classificação do Corinthians é nossa", e no outro dia muitos dizem que o Corinthians está transferindo a responsabilidade para o São Paulo, é sinal de que aquilo que você falou não saiu na íntegra. Me fizeram a seguinte pergunta: você tem dúvida do que aconteceu no jogo do São Paulo com o Ituano? Respondi: penso que você tem dúvida, eu tenho certeza. Sei o que aconteceu e já falei claramente: não acho que houve nenhum tipo de desonestidade, apenas penso que não houve a mesma vontade para ganhar o jogo se fosse decisivo - disse Mano Menezes.

O treinador lembrou ainda de um episódio parecido, acontecido em 2009. Os dois times encontravam-se em posições contrárias. O São Paulo dependia de uma vitória corintiana contra o Flamengo para se manter na liderança do Campeonato Brasileiro daquele ano. O triunfo, entretanto, foi da equipe carioca. E, segundo Mano, existiram as mesmas insinuações.

- Da mesma forma eles (no São Paulo) insinuaram em 2009 da gente e não gostei, aquilo estava trancado no meu pescoço, e uma hora tinha que resolver isso. Achei que era esse o momento. Ou todo mundo é honesto ou todo mundo não é. Para mim está zero a zero. Você não pode achar que um lado está sempre errado e o outro lado sempre certo, porque em 2009 estávamos do outro lado e estávamos errados, e nesse ano estamos do lado de cá e também estamos errados? Me senti na responsabilidade de abordar (o assunto), mesmo sabendo do desgaste e das consequências - declarou o técnico.

Desclassificado do Campeonato Paulista, o Corinthians volta sua atenção para a Copa do Brasil e para o Campeonato Brasileiro. A próxima partida da equipe está marcada para o dia 20 de abril, na estreia do Brasileirão, contra o Atlético Mineiro.