icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/03/2014
07:30

Na partida contra o Penapolense, o Corinthians teve um pênalti em Uendel não marcado pelo árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo, que não falta de Jaílton no lance com o lateral. O fato irritou o técnico Mano Menezes, que aproveitou para ironizar o fato de sua equipe não ter nenhum pênalti a favor após 14 rodadas do Campeonato Paulista.

– Houve a penalidade, de que ninguém dúvida. Só o árbitro. Aliás, sempre existem dúvidas contra a gente. Nenhuma penalidade foi marcada a nosso favor (no campeonato). Deixaram de fazer isso duas vezes em momentos importantes, hoje (em Penápolis) e no clássico contra o Santos – desabafou o comandante, em Penápolis.

Outros jogadores reclamaram da penalidade não marcada em cima de Uendel. O lateral-esquerdo citou o lance, mas fez questão também de lembrar que a equipe não fez um grande jogo em Penápolis, além de ter oscilado bastante durante o jogo.

Arbitragem à parte, Mano Menezes falou sobre a partida. Em tom exagerado, o treinador falou da melhora da equipe durante o jogo.

– No primeiro tempo, tiramos o ímpeto inicial deles e não tomamos o gol, mas tivemos dificuldades na parte ofensiva. No segundo, quando decidi pela entrada do Renato Augusto, a equipe foi extremamente ofensiva, criou oportunidades e obrigou o goleiro deles a fazer grandes defesas – afirmou.

– Não foi hoje que perdemos a classificação. Foi na série de seis jogos sem vitórias, com quatro derrotas consecutivas. Tivemos uma recuperação espetacular e um clássico em seguida, em que poderíamos ganhar ou perder. Aí, em Penápolis, outras equipes já passaram uma dificuldade até maior, então o resultado ficou dentro da normalidade – completou.

Corinthians joga mal, empata e dá adeus ao Paulista