icons.title signature.placeholder Valdomiro Neto
12/06/2014
13:52

No dia em que Brasil e Croácia se enfrentam na Arena Corinthians, em São Paulo, no jogo que abre o Mundial, manifestantes se reúnem em frente à Prefeitura de Porto Alegre contra a Copa do Mundo e a Fifa, entidade máxima do futebol.

Com um mosaico que forma a frase "Fifa go home" (Fifa vá para casa), os manifestantes entoam cânticos, com batucada, como "Da Copa eu abro mão, eu quero é dinheiro pra saúde e educação" e "No Beira-Rio, enquanto a bola rola não tem saúde, não tem transporte, não tem escola". E pedem outras coisaa, como o fim da Policia Militar.

O protesto na maior parte do tempo é tranquilo em Poa. Um rapaz mascarado, que estava entre os protestantes, pegou uma pedra e quebrou uma janela. Fora isso, a manifestação segue sem enfrentamento com a Polícia. O nome da presidenta Dilma é citado a todo momento no protesto. Um carro da Brigada Militar fica de prontidão ao lado do movimento. (Foto: Valdomiro Neto)